As 10 principais tendências da tecnologia educacional para 2020

432

O que é a tecnologia educacional?

A Associação de Comunicações e Tecnologia Educacional (Association for Educational Communications and Technology ou AECT) define a tecnologia educacional como “o estudo e a prática ética de facilitar a aprendizagem e melhorar o desempenho, criando, usando e gerindo os processos e recursos tecnológicos apropriados”.

Curiosamente, a Edtech não é um fenómeno recente. Ao invés, as suas raízes reportam aos anos 60, quando foram introduzidas ferramentas audiovisuais para melhor comunicação e retenção de conhecimento. Avançando para 2020, as inovações em tecnologia da educação tomaram a comunidade de professores e alunos de assalto. As partes interessadas no mercado educacional estão à procura de formas através das quais a tecnologia possa ser aproveitada para criar melhores produtos de ensino-aprendizagem.


1. Inteligência Artificial (IA)

À medida que avançamos em direção a um mundo mais ligado, os nossos analistas do setor preveem que o uso da IA como uma das principais tendências em tecnologia educacional deve crescer mais de 45% até 2021.

O papel da IA ​​no setor educacional não se limita apenas a aspetos como o reconhecimento da fala, a resolução de problemas e o planeamento. A IA também facilita a automatização de tarefas administrativas, tais como: a classificação dos alunos, a adição de conteúdo inteligente no currículo e a personalização do processo de ensino. Prevê-se que o mercado da Inteligência Artificial atinja um valor de quase US$85 milhões até 2022.


2. Realidade Virtual (RV) na educação

A adoção intensa da RV na educação deve-se em parte ao aumento da procura por formação pela experiência. Ao levar o processo de aprendizagem para além das salas de aula, a RV facilitou a tendência crescente em direção à rota de aprendizagem independente. Por exemplo, a plataforma de realidades médicas emprega a tecnologia da RV para ajudar os estudantes de medicina a assistirem transmissões ao vivo de cirurgias simuladas, proporcionando experiências do mundo real – algo que normalmente não teriam acesso até o final da sua formação.

De acordo com o nosso mais recente relatório sobre o mercado global de RV no setor educacional, o aumento do número de espaços sociais de RV abriu oportunidades de crescimento às partes interessadas neste setor.

3. Gamificação

A adoção da gamificação é talvez uma das maiores tendências em tecnologia educacional que torna o processo de aprendizagem muito mais divertido e envolvente. Ao adicionar elementos de jogos e trazer designs de videojogos para o processo de aprendizagem, esta tendência da edtech melhora o nível de concentração dos alunos.

Embora até recentemente, o setor educacional K-12 tenha sido um dos principais utilizadores da gamificação; o segmento de ensino superior também está a preparar-se para adotar essa tecnologia de forma a aprimorar a experiência de aprendizagem dos alunos.


4. Aprendizagem Analítica

Outra tendência emergente no setor de tecnologia educacional é o uso de análise da aprendizagem. Utilizando os dados existentes de maneira eficaz, esta tecnologia facilita uma melhor monitorização do comportamento do aluno.

Especialistas em mercado observaram que o segmento de ensino superior contribuiu com quase 75% de crescimento no mercado global de análise de aprendizagem no ano de 2017. Governos em todo o mundo, especialmente nos EUA, estão a incentivar a digitalização da educação.


5. Aprendizagem Imersiva

Com a popularidade da realidade virtual e da realidade mista, a aprendizagem imersiva emergiu como uma das tecnologias educacionais “quentes” que estão a transformar não apenas o sistema educacional; mas também a ajudar as empresas a planear melhores programas de formação para os seus funcionários.

Com um valor de mercado esperado de cerca de US$12 bilhões até 2022, os analistas do setor já veem a aprendizagem imersiva como uma das próximas maiores tendências em tecnologia educacional para o mercado de formação corporativa.


6. Ambiente Inteligente de Aprendizagem (SLEs)

Os SLEs (Smart Learning Environment) são uma das melhores formas pelas quais a abordagem de aprendizagem híbrida pode ser posta em prática. Esta solução de aprendizagem baseada na IoT incentiva o sistema educacional personalizado, promovendo um melhor envolvimento e aprimoramento de competências. Visto como um dos melhores subprodutos da IoT na educação, os SLEs incentivaram as partes interessadas do setor a reformular as suas estratégias de investimento e a lançar melhores produtos de edtech.

7. Materiais de Curso Digital

O relatório mais recente da Associação Nacional de Lojas da Faculdade (National Association of College Stores) destaca o aumento dos gastos em tecnologia por escolas e faculdades. Esta tendência afetou diretamente as vendas de livros e materiais do curso, pois os alunos preferem gastar no material digital do curso. Já lá vai o tempo em que os alunos carregavam um monte de livros, manuais, dicionários; hoje em dia até as ferramentas como o farejador de plagio são digitais. Com os smartphones e a alta penetração da internet, os trabalhos também se tornaram digitais.

A própria premissa da tecnologia educacional fica incompleta sem o conteúdo digital; assim, os avanços no design do conteúdo digital certamente terão um impacto positivo no futuro da educação. Todos estes fatores irão contribuir para que o mercado global de conteúdo digital a seja avaliado em cerca de US$549 bilhões até 2020.


8. A Teoria dos Jogos

As complexas situações e desafios pedagógicos no processo de ensino desencadearam a necessidade de uma melhor sincronização do processo de ensino. A Teoria dos Jogos ajuda a alcançar uma estratégia mista ideal que permitirá aos tutores escolher a melhor ação possível numa determinada situação.

Disciplinas como análise financeira e económica, bem como matemática aplicada em economia, já beneficiaram da Teoria dos Jogos. Será interessante observar como esta tecnologia irá mudar a face da pedagogia nos próximos anos.


9. Tecnologia Móvel e IoT

Qualquer discussão sobre edtech fica incompleta sem destacar o papel da IoT. A capacidade da IoT de monitorizar a equipa e os alunos, juntamente com os dispositivos de ligação em todo o campus, ajudou a melhorar os padrões de segurança das instituições.

De fato, a própria premissa da educação inteligente tornou-se possível devido à IoT. As melhorias na tecnologia móvel permitiram ainda mais o uso da IoT como uma das principais tecnologias educacionais.


10. STEAM

Uma das mais recentes tecnologias educacionais, o STEAM é uma abordagem integrada à aprendizagem. Este modelo educacional faz uso da ciência, educação, artes e matemática para instilar o pensamento crítico entre os alunos.

De que forma a tecnologia irá mudar a educação no futuro?

A tecnologia moderna penetrou nas salas de aula e redefiniu todo o processo de ensino e aprendizagem. Os especialistas do setor veem este casamento entre educação e tecnologia como um passo positivo para um melhor envolvimento dos alunos, gestão de recursos e planeamento financeiro das instituições.

A colaboração perfeita entre pares acabará por levar a uma redefinição da cultura como uma amálgama de melhores experiências de aprendizagem social. Isto irá potenciar os investimentos em tecnologia de nuvem, biometria e métodos de aprendizagem de código aberto.