Acesso de meninas e mulheres ao espaço digital em Angola é limitado

1226

O acesso de meninas e mulheres ao espaço digital em Angola é ainda limitado, a quase 43,2% da população feminina, segundo a engenheira de Telecomunicações, Dedadilna Manuel.

A especialista que falava no Diálogo Interativo entre Representantes da Juventude, no âmbito da 67ª sessão da Comissão sobre o Estatuto da Mulher, sublinhou que estão na base do quadro atual, dentre outros, fatores como o nível de literacia, barreira linguística, infraestruturas e o acesso à eletricidade.

MAIS: Fórum distingue o contributo da mulher angolana na tecnologia nacional

Ainda na sua abordagem, Dedadilna Manuel reiterou que o profundo comprometimento do Executivo angolano com as ações delineadas no relatório do secretário-Geral “A Nossa Agenda Comum”, que propõe uma Cimeira do Futuro para setembro de 2024, como uma via tecnológica que conduza a um Pacto Digital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui