Que vantagens os cabos submarinos trarão ao sector das TICs

2369

A infraestrutura de cabos submarinos que concentram 99% do tráfego da internet está a ser substituída e modernizada. A nova estrutura deve conectar Angola directamente com outros continentes e assim aumentar a velocidade dos dados.

Na expectativa de um crescimento exponencial do tráfego da internet angolana nos próximos anos, o governo angolano está a investir alto na construção de uma nova infraestrutura de cabos submarinos para conectar o país directamente a outros continentes com velocidade sem precedentes.

De acordo com as últimas informações da AngolaCables, empresa que está a trabalhar para a implementação dos cabos submarinos em Angola, actualmente, o SACS já está a caminho do país, visto que já foi finalizado o processo mais importante para instalação do cabo no oceano, que é denominado survey, nada mais que uma radiografia do solo marítimo.

Novos cabos submarinos devem ligar Angola directamente à Europa, Estados Unidos, Brasil e África aumentando a velocidade de dados.

Se no passado quase toda comunicação entre os continentes era feita por meio de satélites, actualmente 99% do tráfego da Internet, linhas telefónicas e sinais de TV passam por cabos submarinos. São eles que permitem que a Internet seja o que é actualmente.

Com a implementação destes cabos submarinos, espera-se grandes melhorias em Angola no sector das TICs e não só. O projecto em si deverá derrubar os preços actuais do tráfego de Internet já que um único cabo submarino a ser implantado hoje é capaz de entregar uma capacidade de, no mínimo, seis vezes a capacidade somada de todos os cabos já instalados.

Esperamos que a instalação dos cabos submarinos promovam uma concorrência entre os operadores, revolucione a Internet angolana ao reduza o preço para o consumidor final.