Angola Cables anuncia que a instalação de cabos submarinos está a 85 porcento

2015

Angola Cables, anunciou nesta segunda-feira (21/01), em Honolulu, Estados Unidos da América, que o primeiro Sistema de Cabos Submarinos no Sul do Atlântico (SACS) está 85% instalado no mar, muito próximo de chegar à costa brasileira, no Estado do Ceará, em Fortaleza.

De acordo com António Nunes, CEO da Angola Cables, a empresa que dirige está muito próximo da concretização de um sonho, a construção de primeira ligação directa entre  Angola e o Brasil, uma rota muito mais eficiente para as comunicações entre o continente africano e as Américas, trará igualmente grandes benefícios para o continente Asiático e todos os países que comunicam com os destinos que são alcançados pelas infra-estruturas da Angola Cables.

Segundo António Nunes, quando o SACS estiver operacional haverá uma melhoria significativa das comunicações entre Angola, os países africanos  e as Américas. O tempo de espera das comunicações, conhecido como latência, vai reduzir cinco vezes, vai passar dos actuais cerca de 350 milésimos de segundos para pouco mais de 60 milésimos de segundos.

O SACS, Monet e WACS, são os três sistemas de cabo submarinos operados pela Angola Cables, que interligam quatro continentes (América do Sul, América do Norte, África e Europa). A Angola Cables dirige o Angonix, um ponto de intercâmbio de Internet localizado em Luanda e o terceiro maior de África.