Angola duplicou o número de utilizadores à internet nos últimos dois anos

1790

Angola duplicou o número de utilizadores à internet nos últimos dois anos, o que só mostra que o país tem vindo a marcar passos grandes na área da digitalização,  segundo o CEO da Multipla, José Assis.

O gestor que discursava sobre o panorama da Economia Digital em Angola na edição de 2022 do Angola Innovation Summit (AiS), informou que dos 35 milhões de habitantes, 12 milhões estão conectados à internet, o que representa que em 2022 duplicou o número de utilizadores face a 2019.

A internet tem vindo a crescer em Angola desde 2012 há uma velocidade geométrica“, disse o PCA.

De acordo com José de Assis, Angola tem actualmente o serviço de cloud a funcionar em pleno, onde há três tipos de infra-estruturas: internet, data center e cloud service. Estes serviços, na opinião do especialista, são fundamentais para a economia digital funcionar no país.

Outra informação destacada pelo PCA da Multipla são as infra-estruturas e o serviço de data center. As empresas presentes no país têm optado em fazer investimentos nestas áreas que são importantes para que o negócio digital possa estar em crescimento.

MAIS: Apenas 21 em cada 100 pessoas em Angola fazem recurso da internet

Angola tem sete data center para o serviço público, onde todos estão situados na capital do país, Luanda. José de Assis espera que o crescimento do mercado e da economia nacional, muito em breve haverá data centers em outras províncias.

Sobre os cloud, de informar que neste momento o país tem 3 cloud, a híbrida que junta a pública com a privada; a cloud privada que são empresas que muitas vezes utilizam os serviços internos para se conectarem; e a cloud pública, aplicação informática utilizada por cada indivíduo.

De todas estas cloud em Angola, destacar a da Multipla, a Paratus e da Angola Cables, que fornecem ao mercado angolano as oportunidades das empresas poderem prestar serviços e dão possibilidade de todos os negócios serem localizados em Angola ao invés de estarem fora.

Sem a cloud não há economia digital, os data center, as infra-estruturas a internet e outros serviços aqui citados têm uma componente de conomia digital. Temos várias empresas que actuam de maneira activa que fornecem serviços e muita gente tem acesso e transaciona os seus produtos“, finalizou

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui