Apenas 21 em cada 100 pessoas em Angola fazem recurso da internet

0
985

Apenas 21 em cada 100 pessoas em Angola fazem recurso da internet, dos mais de 33 milhões de habitantes que o país tem, de acordo com os números mais recentes do Instituto Nacional das Comunicações (INACOM).

Segundo os dados da instituição angolana, até ao III trimestre de 2021, o país contava com cerca de 7,18 milhões de utilizadores de internet, números esses considerados baixos tendo como base os outros países do continente africano e onde os números apresentados podem não estar, propriamente, em consonância com a realidade, visto que já se passaram três trimestres, ou seja, nove meses sem actualização do estado da internet no país.

Desde o início do ano até ao final do III trimestre, em nove meses, mais de 313 mil subscritores aderiram ao serviço de Internet, um crescimento de 4,3% para o período. Nestes números estão agregados todos tipos de subscrição.

MAIS: Maior plataforma de tráfego de internet de Angola assiste um novo recorde de fluxo

Em termos de quotas de assinatura de internet por operador a Unitel posiciona-se largamente na frente com 87% dos subscritores, mais de 6,2 milhões. A Movicel detém 11% destes assinantes e a TV Cabo e Zap repartem os restantes 2%. A operadora angola Telecom não entra nestas contas, de acordo aos dados do INACOM.

De acordo ainda com os números do INACOM, entre as pessoas consideradas pelo INACOM no mesmo período, quase a metade da população angolana tem um telemóvel. Expressando em termos relativos, a penetração é de 46,5% em cada 100 habitantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui