Startups nacionais vão contar com ajuda do INAPEM para impulsionar os seus modelos de negócios

0
617

As startups emergentes nacionais vão contar a partir de agora com ajuda do Instituto Nacional de Apoio as Micro, Pequenas e Médias Empresas (INAPEM) na busca de soluções para os problemas existentes na economia angolana, e não só.

Essa garantia foi dada pelo PCA da instituição pública, João Nkosi, em um encontro com a incubadora de startups Acelera Angola e os membros do corpo directivo da Associação de Startups de Angola (ASA), na última semana.

A reunião entre as instituições serviu ainda para abordar vários assuntos afectivos ao ecossistema de empreendedorismo digital nacional, nomedamente aspectos gerais sobre o ecossistema das incubadoras e startups a nível de Angola, bem como foi identificado acções concretas para canalizar apoios disponiveis para estas empresas emergentes.

MAIS: Acelera Angola e Loftyinc Capital assinam acordos para impulsionar startups nacionais

Segundo ainda a nota oficial do INAPEM, um outro assunto abordado no encontro foi a necessidade de se conformar no ordenamento jurídico angolano à figura das startups, para se conferir maior dignidade e produtividade as empresas em início de actividade.

João Nkosi, afitrião da reunião, informou que a sua instituição vai trabalhar de forma colaborativa com os parceiros e afins, incluindo com a Associação que está a ser criada, com vista a reflectir sobre outros apoios, entre os quais suporte legal quanto a matéria para suprir esta lacuna legal que ainda dificulta e, em muito, a canalização de financiamentos para este segmento de activos emergentes.

De informar ainda que a reunião serviu também para apresentar as iniciativas estratégicas do seu organismo para com estas startups no domínio da certificação, da formalização e da capacitação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui