Cabo submarino da Angola Cables sofreu dois cortes

3906

Depois da Internet da Angola Telecom ter apresentado instabilidade desde quinta-feira (13), devido a uma avaria que se registou no cabo submarino do SAT-3, agora a Angola Cables acabou por sofrer dois cortes em um dos seus cabos submarinos.O cabo submarino de fibra óptica do sistema WACS da Angola Cables sofreu dois cortes totais, o que causou a limitação da capacidade de tráfego, aumento de latência e perdas no pacote dos serviços prestados.

Segundo um comunicado de imprensa da Angola Cables, o incidente ocorreu por volta das 20 horas desta terça-feira, no segmento S1D, propriamente o 1,14 Km e 3,8 Km da câmara principal (Beach Mainhole), de Sangano, na capital do país. De acordo com a informação, actualmente decorrem acções de identificação de soluções alternativas, nomeadamente através da activação de circuitos redundantes em outros sistemas de cabos submarinos, com pontos de amarração em Londres (Reino Unido), Lisboa (Portugal) e Cidade do Cabo (África do Sul), para colmatar a situação.O processo, acrescenta o informe, vai fazer o roteamento do tráfego de Internet por rotas alternativas, início dos procedimentos de reparação definitiva do cabo submarino, passando pelo processo de mobilização do navio, aquisição das permissões e elaboração do plano operação e cronograma de actividades específicas que este tipo de reparação impõe.