Cerca de meio bilhão de alunos não tinham internet em casa durante o auge da pandemia

0
961

O relatório da Comissão de Banda Larga da Organização das Nações Unidas (ONU) para o Desenvolvimento Sustentável, avança que cerca de meio bilhão de crianças em todo mundo não tinham internet em casa durante o auge da pandemia.

Os comissários da Comissão de Banda Larga da ONU para o Desenvolvimento Sustentável defenderam a necessidade de mecanismos de financiamento inovadores, parcerias impactantes, tomada de decisão ousada e abordagens holísticas para o desenvolvimento de capacidade e conteúdo para fazer o melhor uso da Internet de banda larga.

Graças aos esforços da Comissão nos últimos dez anos, conseguimos estabelecer uma visão da conectividade da Internet como um bem comum global“, disse Audrey Azoulay, Directora-Geral da ONU para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e Co-Vice-Presidente da Comissão.

Ela ressaltou que a pandemia em curso “nos lembrou como as desigualdades são amplificadas pelo acesso desigual e pelo domínio da tecnologia digital. Isso é especialmente verdadeiro para as desigualdades educacionais. Dos 1,5 bilhão de alunos que não puderam frequentar a escola no auge da crise no ano passado, cerca de 46% viviam em casas sem acesso à Internet.”

O copresidente da Comissão, o presidente Paul Kagame de Ruanda, disse: “como a vida profissional e escolar cada vez mais migram para a internet, o contraste entre quem tem e quem não tem é ainda mais flagrante. Agora é a hora de criar novas parcerias para a universalidade banda larga e ampliar os investimentos necessários para garantir o patrimônio digital.”

Os comissários discutiram várias formas de disparidade digital, incluindo acesso à Internet, acessibilidade, alfabetização e a relativa falta de conteúdo nos idiomas locais. Ao exigir soluções e serviços digitais personalizados para atender às necessidades dos usuários, comunidades e empresas, eles observaram que o acesso digital e as habilidades são essenciais para colocar pessoas, comunidades, empresas e salas de aula online e para garantir que todos possam se beneficiar igualmente das oportunidades digitais e serviços.

Reunidos na sessão anual de primavera da Comissão de Banda Larga da ONU para o Desenvolvimento Sustentável, mais de  50 comissários, que compreendem líderes governamentais, chefes de organizações internacionais e empresas privadas, sociedade civil e academia, discutiram como alavancar a cooperação digital para construir um pós-trabalho inclusivo futuro digital da COVID para todos, em meio a desigualdades gritantes no acesso à conectividade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here