Comissão Europeia debate privacidade no TikTok com líder da rede social

1036

A Comissão Europeia analisou hoje com o líder do TikTok, Shou Zi Chew, a forma como a rede social protege a privacidade dos utilizadores, após a proibição de instalar a aplicação em telefones oficiais no Congresso dos Estados Unidos.

Durante o encontro com Vestager foram abordadas questões relativas ao “regulamento geral de proteção de dados” da União Europeia (UE) e “questões sobre privacidade e obrigações sobre transferência de dados relacionadas com as recentes notícias sobre recolha e vigilância agressivas de dados nos Estados Unidos”, indicou Bruxelas num breve comunicado após a reunião.

Vestager e Chew falaram também sobre as medidas que o TikTok está a adotar para cumprir as recentes leis anti monopólio e de transparência sobre o controlo de conteúdos que a UE aprovou em 2022 e que entram em vigor este ano.

Estas reuniões decorrem numa altura em que os Estados Unidos estão a intensificar as restrições ao TikTok, com o Congresso a proibir a aplicação para os seus funcionários e 19 estados a juntarem-se a este bloqueio, alegando motivos de segurança.

MAIS: Será mais fácil conhecer novos filmes e séries através do TikTok

O senador republicano da Flórida, Marco Rubio, apresentou mesmo um projeto para proibir a sua operação nos Estados Unidos.

A rede social chinesa é propriedade da ByteDance, que confirmou há duas semanas que “usava a TikTok para monitorizar a localização física dos jornalistas, através dos seus endereços IP“, segundo uma reportagem da Forbes.

As reuniões com Chew ocorrem cerca de um mês e meio após o comissário do Mercado Interno, Thierry Breton, se ter reunido com o proprietário do Twitter, Elon Musk, sendo ameaçado com sanções por Bruxelas após suspender temporariamente as contas de jornalistas que faziam a cobertura da rede social e da sua liderança e da falta de clareza sobre a forma como pretende controlar a difusão de notícias falsas na rede social.

Breton vai também reunir-se com Chew, mas só no próximo dia 19, por videoconferência, já que hoje está em visita oficial a Espanha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui