Como funciona uma loja on-line?

529

O comércio eletrônico ou e-commerce  tornou-se parte integrante de nossa sociedade. À medida que o número de usuários da Internet cresce ,ela se torna uma ferramenta de negócios cada vez mais poderosa, um meio de venda de bens e serviços. A Internet tornou-se a principal fonte de informação para um grande número de potenciais compradores.

O e-commerce oferece uma grande oportunidade para expandir seus negócios. No entanto, para usá-lo de maneira realmente eficaz, não basta ser um empreendedor talentoso, assim como não basta saber navegar no espaço virtual sem limites. Também é necessário ter uma série de ferramentas para a realização de negócios eletrônicos. Uma delas é uma loja online.

O que é uma loja online ?

Uma loja online é um tipo de negócio que permite ao vendedor e ao comprador realizar transações de compra e venda de um determinado tipo de mercadoria através da Internet. Vender seus próprios produtos e serviços pela Internet é a principal forma de uso comercial dos sites. As lojas online estão se tornando ferramentas necessárias e eficazes para aumentar o número de vendas, o volume de negócios e a imagem das empresas.

Como funciona uma loja online?

O princípio de funcionamento da estrutura comercial é que o vendedor ou a pessoa que gere o site o preencha com as informações necessárias: catálogo de produtos, informações da empresa, contactos e formas de entrega. O comprador, por sua vez, seleciona o item desejado do sortimento apresentado, o coloca no cesto e paga pela mercadoria.

Tipos de lojas online

Antes de lançar uma plataforma eletrônica para vender produtos  e serviços, você precisa decidir como ela deve ser. Existem diferentes tipos de lojas online:

De acordo com o modelo de negócios, as lojas online podem ser:

  • B2B – venda de mercadorias para outras empresas.
  • В2С – venda de mercadorias a um indivíduo para necessidades pessoais.

De acordo com os métodos de geração de renda:

  • Obtenção de renda através da  venda direta de seus próprios serviços ou produtos.
  • Programa de Afiliados: Neste modelo, o proprietário do produto compartilha parte da receita com o vendedor, que trouxe o comprador ao seu site.
  • Dropshipping: é um método de venda a retalho  em que você não mantém seu próprio estoque. Em vez disso, você passa os pedidos de seus clientes para um fornecedor ou distribuidor grossista, e este por sua vez enviará as mercadorias diretamente para o comprador.

De acordo com a gama de produtos:

  • Bens físicos: O tipo clássico de loja online. O proprietário deve desenvolver um sistema de entrega, políticas de devolução e outros serviços que normalmente são encontrados em pontos de venda offline.
  • Bens eletrônicos: Esse tipo é mais fácil de manter, pois são vendidos recursos como: música, e-books, fotos e vídeos, programas de computador.
  • Serviços:  Nesses sites, são fornecidas consultas on-line de especialistas ou você pode solicitar os serviços necessários (design, desenvolvimento de software).

Vantagens e desvantagens   do comércio eletrônico

Vantagens :

  • Redução de custos: Para abrir uma loja online, você não precisa alugar um espaço físico  ou contratar toda uma equipe de funcionários.
  • Ampliação do público-alvo: A internet é usada por grande parte da população. Milhões de pessoas usam ativamente várias redes sociais e compram online. As ferramentas precisas de descoberta de público e segmentação de anúncios permitem que você encontre e se conecte com as pessoas com maior probabilidade de se interessar por seus produtos e serviços.
  • Comércio direto: O comércio eletrônico permite que os fabricantes vendam seus produtos diretamente ao cliente. Isso reduz o número de intermediários e tem um efeito positivo na qualidade do serviço e nos preços.
  • Comunicação pessoal: As marcas que mantêm páginas nas redes sociais estão se tornando mais abertas, humanas e delicadas, porque estão na frente de todos e cada palavra sua pode afetar sua reputação.
  • Análise precisa: Google Analytics, Facebook Insights e outros coletam toneladas de informações sobre o comportamento e os interesses do usuário. Esses dados podem ser usados ​​para maximizar a eficácia de suas campanhas de marketing e aumentar as vendas.

  • Facilidade de uso: Os usuários podem fazer compras sem sair de casa. Isso torna as compras on-line extremamente convenientes para os usuários e, ao mesmo tempo, favorece o negócio, porque as pessoas podem fazer compras rápidas e emocionais.

 

Desvantagens:

  • O despreparo de alguns empresários para essa forma de fazer negócios. É menos provável que esse problema afete a nova geração de empreendedores que começa a trabalhar na Internet desde o início de suas atividades.
  • Falta de uma legislação clara. Ainda não existem regras e regulamentos especiais sobre a condução do comércio eletrônico em nosso país. Por isso, muitas vezes surgem dificuldades em matéria de tributação, propriedade intelectual ou proteção de dados pessoais. Além disso, podem surgir problemas ao entrar no mercado mundial e a discrepância entre as normas e regras legais entre os diferentes países.
  • O crescimento da concorrência. Como a indústria de comércio eletrônico está se desenvolvendo em um ritmo muito acelerado, é necessário atender constantemente às exigências atuais do mercado. Publicidade, promoção do site, a luta pela atenção dos clientes – essas são as principais áreas nas quais você precisa trabalhar regularmente para alcançar o sucesso de forma consistente.
  • Combate a desconfiança. Muitos usuários ainda estão céticos sobre as ofertas na Internet, mesmo que existam empresas reais por trás delas. Isso se deve ao grande número de golpistas que podem utilizar brechas na legislação.

Este tipo de comércio vem ganhando cada vez mais popularidade a cada ano. Isso é certamente conveniente tanto para o empresário quanto para o consumidor. Você não tem mais limitação de tempo ou espaço para vender ou comprar os seus bens ou serviços.

Criar um e-commerce  não requer a presença de conhecimento exclusivo e grandes reservas de caixa. Mas há alguns pontos que você deve sempre manter sob controle:

  • Escolha um produto popular que não cause muitos problemas durante a entrega;
  • Encontrar fornecedores confiáveis para que não haja interrupções na produção;
  • Colocar o site numa plataforma com custo aceitável e ampla gama de funções;
  • Tornar a sua página comercial atrativa e fácil de usar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui