Constance Ventures cria fundo de 100 milhões de dólares para as startups da África Ocidental

0
384

A Constance Ventures (CV), uma subsidiária do Constance Group, criou um fundo de capital de risco de 100 milhões de dólares para investir no crescimento económico de startups ligadas nos sectores da saúde e na educação.

As startups de investimento originais do fundo estarão na Nigéria e no Gana, bem como o fundo tem planos de abranger também modelos de negócios inovadores de toda a África Ocidental.

Essa decisão da CV vem devido aos recentes avanços nas tecnologias digitais no continente africano, que proporcionam uma série de oportunidades para impulsionar e escalar soluções para várias dificuldades enfrentadas por milhões de africanos, incluindo a coalescência das cadeias de valor segmentadas, a formalização de segmentos-chave da economia do continente e a disponibilização de um acesso tão necessário ao capital para consumidores e empresas.

MAIS: Acelera Angola e Loftyinc Capital assinam acordos para impulsionar startups nacionais

A Constant Ventures tem ainda uma estrutura totalmente singular, que lhe permite fazer investimentos em inovadoras e talentosas startups de toda a África Ocidental, e através da sua rede de networking, que também funciona como um catalisador para reunir ideias, jovens empreendedores têm conseguindo construir rapidamente startups vencedoras.

De informar ainda que a CV lança também esse fundo como resultado do seu histórico em investimentos anjos e na promoção de empresas de tecnologia, onde actualmente já investiu acerca de 3,2 milhões de dólares em 9 startups nigerianas, o que resultou num retorno de 5,6x sobre o investimento e que deverá subir para 15x após a próxima ronda de angariação de fundos.

Estamos muito satisfeitos por apresentar este fundo“, disse Ike Echeruo, presidente do Grupo Constant e cofundador e sócio fundador da Constant Ventures.

Os últimos dez anos anos foram muitos beneficientes para as startups da África Ocidental, que fruto de uma extensa pesquisa e diligência no que realmente o continente precisa, variados projectos inovadores têm conseguindo responder às necessidades sociais reais das sociedades em que estão.

A tecnologia será sempre a resposta para muitos dos problemas com que milhões de indivíduos em África estão a lidar hoje, por isso e para muitos analistas, com os recentes desenvolvimentos nas tecnologias da informação, estamos à beira de uma mudança de paradigma, dando uma oportunidade única de investimento na vida. Agora desenhamos um fundo para investir em empresas que irão melhorar a vida de milhões de pessoas e gerar grandes retornos para os investidores, dinamizados e otimizados para África“, finalizou Echeruo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui