Crimes cibernéticos têm um impacto de 445 biliões de USD por ano

0
3236
Crime cibernético
Com o aumento do uso da tecnologia em várias áreas da sociedade, incluindo na área financeira, a área que mais preocupa 99.99% das pessoas, aumenta a preocupação relativamente aos crimes cibernéticos.
Quantas pessoas já perderam quantias exorbitantes por partilharem o número do cartão de crédito (e o código) em sites pouco seguros. Quantos cairam nos golpes da moedas digitais? É difícil dar um número exacto, mas a McAfee (empresa de segurança digital) decidiu calcular o impacto que esses crimes têm na economia global.
Os números são espantosos, O custo do crime cibernético para a economia mundial foi estimada em 445 biliões de USD anualmente. Só em 2013, a espionagem cibernética e o roubo de informações pessoais atingiu mais de 800 milhões de pessoas.Os danos provocados pelo crime cibernético afectam o comércio entre as nações, a competitividade, a inovação e o crescimento económico global, e retarda o ritmo da inovação global, segundo a McAfee. A empresa faz ainda um apelo aos governos para iniciar um esforço sério e sistemático de recolha e publicação de dados sobre cibercriminalidade para ajudar os países e as empresas a tomar melhores decisões sobre os riscos.
Estudos estimam que a economia internet gera anualmente entre 2 a 3 trilhões USD, uma parte da economia global, que deve crescer rapidamente. Isso faz com que o crime cibernético consiga subtrair 15 a 20% do valor global gerado pela internet.
Segundo Raj Samani, um dos responsáveis da McAfee, esses números tendem a aumentar:
É claro que o cibercrime tem um impacto real e negativo sobre a economia global. Com o tempo, o crime cibernético tornou-se uma indústria em crescimento; os retornos são excelentes, e os riscos são baixos
Em Angola não temos ouvido tantos casos de crimes virtuais, se bem que o “pishing scam” já se faz presente. Resta agora reformular as nossas leis para combater esse mal.
[Fonte]: Telegraph || Imagem: Culturamix

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui