Digitalização dos serviços públicos vai elevar estabilidade económica de Angola

991

Angola poderá alcançar maior estabilidade económica com o programa de digitalização dos serviços públicos, segundo o ministro da Indústria e Comércio, Victor Fernandes.

O gestor que falava na Conferência Internacional sobre a Transição Digital na Administração Pública, em um discurso sobre o tema “Janela única de serviços públicos: um pequeno passo para o salto à governação electrónica. Boas práticas em serviços públicos inovadores de cidadãos e empresas”, frisou que o objectivo passa por vencer os desafios para atingir maior crescimento económico é uma condição indispensável para Angola.

Significa que nós temos que dar o salto para o nosso crescimento económico, para a alteração estrutural da nossa economia. Não temos outra possibilidade de fazê-lo, senão optarmos pela digitalização, porque é mais rápida a transição e também porque as novas gerações, aqueles que vão acompanhar essa transição, entendem melhor essa linguagem”, disse.

Ainda na sua abordagem, Victor Fernandes fez saber que Angola cria cerca de 3.000 o empresas por dia e os seus processos de importação e exportação de mercadorias, de modernização das actividades comerciais, de produção industrial e os processos ligados à criação e gestão das marcas, exigem do sector a necessidade de criação de serviços que estejam efectivamente operacionais.

MAIS: Especialista recomenda Nação digital para transformação digital da administração pública

Por isso, e devido à demanda, sublinhou, foi criada a “Janela única do comércio externo ́ ́, uma ferramenta que permite a qualquer entidade, devidamente registada, fazer o seu processo de importação ou exportação sem interferência humana.

Há alguns anos era preciso conhecer o ministro ou o director nacional ou até um primo que estivesse lá a trabalhar. Hoje em dia, não. A interface é feita via ferramenta ou um site, e essa interação é totalmente digital, já não há interferência humana”, frisou.

Com a ́”Janela única do comércio externo ́ ́, revelou Victor Fernandes, os tempos reduzem-se, a eficiência aumenta e isso faz, naturalmente, criar uma maior interação e adesão aos serviços, independentemente da condição financeira ou estatuto social, ou do lugar em que estiver.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui