É possível aplicar o ensino à distância em Angola? Acompanhe o Webinar para descobrir

1
1741

Não é novidade para nenhum de nós que a COVID-19 veio realmente trazer o futuro no presente, reajustar os ponteiros do desenvolvimento e requalificar os valores essenciais da vida. Nesta senda, até a educação, bem essencial para a formação de uma sociedade digna e justa, foi colocada à prova, tanto é que alguns países demonstraram-se incapacitados no que concerne ao ensino à distância.

Muitas abordagens têm sido levantadas desde a paralisação do ensino presencial em Angola, aquando do primeiro decreto de Estado de Emergência, aos 25 de Março de 2020. A partir desta data as instituições de ensino foram criando alternativas isoladas para a manutenção de tão nobre missão, usando-se de algumas ferramentas tecnológicas (essencialmente redes sociais). Até que, através do decreto executivo conjunto nº 201/20, 09 de Julho, todas as instituições de ensino privado foram proibidas de cobrar propinas, com base no modelo de “ensino à distância”, inclusive às instituições do ensino superior que têm o modelo regulamentado através do decreto presidencial 59/20, de 03 de Março.

Visando acabar com as dúvidas, discutir sobre os desafios e alternativas, na quinta-feira, 06 de Agosto de 2020, a partir das 17:00 (hora de Angola) será realizado o Webinar com o tema: ENSINO À DISTÂNCIA EM ANGOLA com os seguintes prelectores:

  • Gildo Matias – Secretário de Estado da Educação para o ensino secundário;
  • António Pacavira – Presidente da ANEP (Associação Nacional do Ensino Privado);
  • Albertino Sebastião – Vice Presidente da AIESPA (Associação das Instituições do Ensino Superior Privado Angolano);
  • Carlos Messani – Decano da Faculdade de Engenharia e Novas Tecnologias da UGS (Universidade Gregório Semedo);
  • Fernanda Bravo – Directora e Fundadora do CEF (Colégio Elizângela Filomena)
  • Nacim Júnior – Especialista em Tecnologias Educacionais (Brasil);

 

Compartilhe com todos os seus contactos que acreditam na educação como sendo um direito irrevogável na formação do indivíduo e desenvolvimento de qualquer sociedade, e Angola não foge desta regra. Para acompanhar o evento no referido dia e horário clique aqui.

1 COMENTÁRIO

  1. Boa iniciativa..! Que a população jovem principalmente os mais dotados nesse ramo da tecnologia, ajudem os mais novos e jovens que têm debilidade. A educação nos torna mais humanos, por essa causa vamos apoiar aquilo que nos fortifica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here