Entenda porque o satélite angolano custou 320 milhões de USD

0
7336

De certeza que até hoje, nós Angolanos temos buscado entender porque  motivo o satélite angolano AngoSat-1 custou cerca de 320 milhões de dólares, tendo até estado a circular nas redes sociais um comparativo de preços com os satélites construídos para alguns países africanos onde o custo é muito baixo comparando com o construído para Angola.

Porque o Angosat-1 custou cerca de 320 milhões de dólares? 

Durante a entrevista que José Carvalho da Rocha (Ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação), cedeu ao Jornal de Angola salientou que é importante esclarecer que o que nós estamos a gerir são três contratos:

  1. Há um contrato que é a construção e o lançamento do satélite,  que envolve  252 milhões de dólares. Só o satélite em si são 120 milhões de dólares, e isso tudo está no contrato. O lançamento impõe a construção de um veículo que leva o satélite. Portanto, este contrato são 252  milhões de dólares;
  2. Há mais um contrato que Angola estabeleceu no valor de 50 milhões de dólares, que permitiu construir todo o segmento terrestre, inclusive o Centro de Comando de Satélite que está na Funda;
  3. No terceiro contrato que são 25 milhões de dólares, que permitiu alugar a posição orbital  onde o dispositivo estará durante 18 anos. Tudo isso é que forma os 320 milhões de dólares. Não é que o satélite tenha custado 320 milhões de dólares. Com  este valor fez-se várias coisas que estão enumeradas nos três contratos.

Com esse esclarecimento, podemos assim ter uma ideia como foi gasto os 320 milhões para a construção e lançamento do AngoSat-1.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here