EUA aprovam fim da neutralidade da internet. Mas o que é isso?

0
3343

A neutralidade da internet é um princípio em que um provedor deve fornecer aos consumidores acesso igualitário a todo conteúdo legal, independente da fonte. E a Comissão Federal de Comnunicações norte-americana aprovou o fim desta neutralidade.

Na prática, isto significa que os provedores de internet – os maiores nos Estados Unidos (Comcast, Charter e AT&T), não podem bloquear conteúdo, acelarar ou desacelerar o acesso a dados de sites específicos porque eles pagaram para isso. E eles não podem dar tratamento preferencial ao seu próprio contéudo em detrimento dos concorrentes.

As grandes empresas como a Google e o Facebook pediram ao diretor-geral da Comissão Federal de Comunicações norte-americana para que a nova lei não fosse adiante e vários grupos de activistas democratas mostraram o seu descontentamento com a decisão.

Os defensores da neutralidade da internet dizem que a causa representa a garantia da equidade, uma vez que o sistema anterior limitava a censura e garantia que os provedores não boicotariam de forma injusta o conteúdo de competidores.

Mignon Clyburn, uma democrata pertencente à Comissão Federal de Comunicações, mostrou-se crítica com a aprovação do fim da neutralidade da internet e declarou que a nova lei apenas interessa aos grandes grupos de fornecimento de internet que vão ganhar ainda mais dinheiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui