Fintechs angolanas estão a mudar os serviços financeiros do país

2865

As fintechs angolanas estão a mudar os serviços financeiros do país, bem como têm vindo a contribuir para o desenvolvimento das economias emergentes na era digital, segundo os especialistas presentes na 1ª edição do Angola Fintech Summit.

Fintechs como PayPay África, Kubinga Wallet, BayQi e muitas outras, dão a pertinência de se aumentar a consciencialização face à necessidade de se impulsionar a inovação no sector financeiro em Angola.

O evento, que conectou reguladores, instituições financeiras, empresas de telecomunicações, startups fintech e especialistas nacionais e internacionais, analisou vários temas financeiros nos painéis, com destaque para “Transformação Digital dos Pagamentos em Angola”, “Os Parceiros Digitais e a sua importância para o ecossistema bancário”; “Soluções inovadoras para melhorar a jornada do cliente e o acesso aos serviços financeiros em Angola”; “Aumentar a inclusão financeira em Angola através de mobile wallets”.

Entre os oradores destaca-se Joel Pitta, Country Manager da VISA para Angola; Meagan Rabe, Fintech Account Managment na VISA para a África Subsariana; Patrick Conteh, CEO da Africa Fintech Network; Matteo Rizzi,Co-fundador da FTSGroup e um dos fundadores da Innotrib (o braço de inovação da SWIFT); Katarine Santos, Diretora Geral da Positiva – Gestão e Serviços Financeiros e Antonieta Gomes, Diretora de Negócios Financeiros Móveis na UNITEL Money.

O Angola Fintech Summit é uma iniciativa concebida e implementada pela H2i – Hub to Innovation, uma Innovation Boutique.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui