Twitter elimina autenticação de dois fatores por SMS: saiba como pode manter a sua conta segura

1719

O Twitter eliminou esta segunda-feira a opção de autenticação de dois fatores por mensagem de texto (2FA) para a maioria dos utilizadores, um sistema que adiciona uma camada extra de proteção ao enviar um código de seis dígitos ao titular da conta, que deve ser inserido após a senha para obter acesso.

Assim, a partir de hoje, a maioria dos utilizadores do Twitter não têm essa opção, uma vez que a gigante tecnológica viu “ser usado e abusado por pessoas mal-intencionadas”. No entanto, os utilizadores do Twitter Blue vão manter a segurança ‘reforçada’.

No entanto, há várias maneiras de manter a sua conta do Twitter segura.

Utilizar a autenticação de dois fatores através de uma aplicação de autenticação

O Twitter lançou a autenticação de dois fatores com uma mensagem de texto em 2013, após uma série de hacks de alto nível. Seis anos volvidos, depois de muitos utilizadores terem sido vítimas de golpes de ‘troca de SIM’, a empresa tecnológica introduziu a capacidade de se usar aplicações de autenticação.

O novo método de segurança foi disponibilizado logo após a conta do então CEO, Jack Dorsey, ter sido roubada. Assim, para garantir proteção extra, pode fazer o ‘download’ de uma aplicação de autenticação especial – Google Authenticator, Authy, LastPass Authenticator, Duo Mobile e 1Password são algumas das opções.

Usar autenticação de dois fatores – chave de segurança de hardware

As chaves de segurança de hardware são dispositivos físicos que atuam da mesma forma que uma aplicação de autenticação. Normalmente têm o formato de USB, mas pode ser um dispositivo que se conecta através de bluetooth ou pela porta Lightning.

Como é um objeto físico, separado do seu smartphone ou computador, dificulta o roubo.

MAIS: Meta está desenvolvendo um novo concorrente para o Twitter

Uma senha forte

A primeira linha de defesa de qualquer conta online é a sua senha: escolher uma senha forte e específica para a conta pode ajudar a protegê-lo contra-ataques cibernéticos. “Quanto mais curta e menor complexa for a sua password mais rápido é para o programa criar a combinação correta de caracteres”, explicou o provedor de segurança online Norton.

Eis algumas das etapas que deve seguir ao criar uma nova senha:

– utilize uma combinação de números, símbolos, letras maiúsculas e minúsculas;
– Certifique-se de que a senha tenha pelo menos oito caracteres;
– Use frases abreviadas para passwords;
– Altere-as regulamente;

E o que não deve fazer? Escolher uma password como ‘123456’, ‘senha’, ‘qwerty’ ou ‘111111’. Ou utilizar uma palavra solitária. Ou usar o derivado do seu nome, nome de um membro da família, animal de estimação, número de telefone, endereço ou aniversário.

Evite fazer login através de Wi-Fi ou dispositivos públicos

Uma boa maneira de proteger a sua conta do Twitter é não usá-la enquanto estiver ligado a uma rede Wi-Fi pública. Há cibercriminosos que conseguem configurar as suas próprias redes Wi-Fi que se apresentam com as oferecidas em locais públicos, como cafés ou hotéis. A partir do momento em que se conecta, o criminoso pode ver todas as suas ações.

Segundo Malcolm Pattinson, especialista em segurança da informação da Universidade de Adelaide, na Austrália, o Wi-Fi é o “mecanismo mais inseguro” para partilhar informações, sublinhando tratar-se de uma “mina de ouro” para os criminosos.

Evite usar o Twitter para fazer login em aplicações de terceiros

Muitas aplicações permitem que os seus utilizadores façam login através da conta do Twitter. No entanto, está longe de ser aconselhável, garantem os especialistas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui