Foi dado o sinal de esperança na recuperação do AngoSat-1

3248

Recentemente circulou informação de que o Angosat-1 poderá ser substituído a custo zero, caso existam erros, mas após novos dados obtidos hoje, há um sinal de esperança que isso não seja necessário.

De onde surgiu essa esperança?

Segundo “Sputnik” uma fonte na indústria espacial, os especialistas conseguiram ligar os motores do satélite AngoSat-1 que está à deriva em órbita desde Dezembro. “Na primeira metade de Março de 2018 foi realizado o teste de ligação do sistema de propulsão do engenho espacial Angosat-1, o que permite esperar a recuperação do seu funcionamento“,  disse o interlocutor da agência.

Infelizmente a corporação russa RKK Energia (Corporação Korolev de Foguetes e Espaço Energia), que liderou construção do satélite, ainda não comentou a informação, mas acreditamos que nos próximos dias irá surgir mais informações do satélite angolano, isso porque a fase de testes já deve estar a terminar, e em Abril deverá ser entregue a parte angolana.

Será que devemos ter esperança na recuperação do AngoSat-1?