Google irá construir cabo submarino da Europa para África do Sul

837

Nos últimos anos o continente africano tem estado em alta no que concerne aos cabos submarinos, visto que, recentemente deu-se o inicio do planeamento de um novo cabo submarino denominado  South Atlantic Express (SAEx), que irá conectar a América do Norte, América do Sul, Ásia e África.

Além deste cabo, agora a Google anunciou o Equiano, um novo cabo submarino de Portugal para a África do Sul, que promete trazer Internet super rápida para as costas locais. O novo cabo usará uma infraestrutura de última geração baseada na tecnologia de multiplexação por divisão de espaço (SDM). O SDM transmite informações ao longo de canais paralelos.

Este será o primeiro cabo submarino a incorporar comutação óptica no nível de pares de fibra, em vez da tradicional abordagem de comutação de nível de comprimento de onda.” Isso simplifica muito a alocação de capacidade de cabo, dando ao Google a flexibilidade de adicionar e realocar em diferentes locais, conforme necessário.

O novo cabo, que será totalmente financiado pelo Google, deverá estar operacional na África do Sul até 2021. Um contrato para construir o cabo foi assinado com a Alcatel Submarine Networks no final do ano passado. É importante aqui salientar que, a África do Sul tem acesso a vários cabos submarinos. Ao longo da costa leste da África, há o cabo Seacom, construído em 2009, e o SAT-3 / SAFE (cabo do Extremo Oriente da África do Sul), que é mais antigo. O WACS (West Africa Cable System), apoiado pela MTN, foi concluído em 2012.