Google obtém licença bancária na Europa

803

O grupo Alphabet, que detém a marca Google, recebeu uma licença das autoridades lituanas, que lhe permite operar no sector bancário no mercado europeu.

Foram já vários os responsáveis que alertaram para o perigo que as grandes plataformas digitais representam para a banca. E esta ameaça acabou de ganhar força: a partir de agora, o Google Payment pode processar pagamentos, remessas internacionais, depósitos e transferências bancárias. E, como obtém uma licença em espaço europeu, pode disponibilizar os seus serviços em qualquer país europeu.

O mesmo tipo de licença que já foi obtida pelo Facebook na Irlanda e pela Amazon no Luxemburgo, e em ambos os casos com alcance europeu, mas as empresas ainda não estão a utilizar operar nesta área. O grupo Alphabet ainda não forneceu informação sobre se a licença agora obtida será aproveitada para lançar serviços bancários noutros países europeus que não a Lituânia.

A Google vai passar agora a atuar como qualquer outra finetch — empresas que juntam os termos finanças e tecnologia e se dedicam à inovação e optimização de serviços financeiros e que beneficiam de custos operacionais menores quando comparado com os bancos tradicionais.

As fintech, contudo, ainda não são regulamentadas como a banca tradicional, o que faz com que muitos especialistas alertem para os perigos que as grandes plataformas digitais representam para a banca.