Influenciadora chinesa tentou cometer suicídio durante um vídeo em direto

0
1682

A influenciadora digital Lu Xiao Maomao recorria frequentemente às redes sociais para divulgar as suas dicas de beleza e as novidades do mundo da moda. Contudo, há caminho de uma semana a “live” da influenciadora foi diferente, visto que Lu tentou cometer suicídio na transmissão, de acordo com o Daily Star.

Esse caso insólito foi o assunto mais comentado na rede social Weibo – que é uma rede social chinesa muito semelhante ao Twitter, na China – onde atraiu 78,2 milhões de acessos.

MAIS: Dona do TikTok está a desenvolver uma e-commerce para rivalizar com a Amazon e o AliExpress

Lu Xiao Maomao, de 25 anos, trocou os habituais conteúdos sobre dicas de beleza e moda que era costumeiro se ver nos seus vídeos, por uma publicação simples na qual previa que seria a última e onde agradecia a companhia dos seguidores. Na mesma transmissão, Lu revelou ter depressão e convidou os seus seguidores a assistir a uma live que iria acontecer na mesma noite.

No início da live, a influenciadora admitiu ter chegado “ao fundo do poço”, tendo tentado cometer suicídio diante dos seguidores que a estavam a assistir a transmissão. Pelo que diz o relatório policial sobre o caso, os seguidores incentivavam que a influenciadora bebesse pesticida, produto esse que que acabou por lhe tirar a vida, no dia seguinte, já no hospital.

 “Pareço estar feliz, mas tudo isto é para o espetáculo. Espero que todos fiquem felizes quando virem os meus vídeos e verão que eu também estou feliz. Já não consigo aguentar mais”, falou Lu na transmissão.

Lu Xiao Maomao, que tinha mais de 770 mil seguidores no Douyin – a versão chinesa do TikTok –, viralizou nas redes sociais e um único tópico sobre o assunto no Weibo atraiu 78,2 milhões de acessos. De entre milhares partilhas do caso, muitos foram os internautas que condenaram os seguidores que haviam incentivado Lu a concretizar o que planeava fazer.

Depois da sua morte, a discussão foi o tópico principal de conversa no Douyin, isto porque as lives devem cumprir a uma panóplia de diretrizes, por forma a prevenir conteúdo nocivo. Portanto, os internautas têm cobrado uma resposta da ByteDance, a empresa que detém a plataforma, sobre a morte de Lu Xiao Maomao.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here