Instituições provinciais já beneficiam dos serviços do ANGOSAT-2

1829

É bem verdade que o ANGOSAT-2 já encontra-se operacional, e a venda comercial já está a decorrer, e o não menos importante o território nacional já começa a beneficiar da implementação do primeiro satélite angolano. Enquanto na parte comercial o ANGOSAT-2 está a ter bastante aderência nacional e internacional, inclusive com as capacidades nas duas bandas C e Ku quase a esgotarem, a vertente social do projeto avança em instituições localizadas em 7 províncias do país.

Hospitais, administrações, escolas e universidades no Uíge, Cuando Cubango, Huíla, Luanda, Cabinda, Moxico e Lunda Sul já usufruem de acesso gratuito à internet, no âmbito da Estratégia Espacial Nacional, que, dentre outros objetivos, visa diminuir a exclusão digital no país. Com isso, está a ser possível aos hospitais oferecerem aos utentes serviços de telemedicina, sobretudo, em locais onde há escassez de médicos primários e de especialidade.

No Móxico, por exemplo, a administração municipal e estudantes e funcionários do Instituto Técnico Agrário do Luau, no Móxico, também já estão a utilizar o sinal de internet transmitido pelo ANGOSAT-2, o que tem contribuído para a melhoria da prestação de serviço e permitido aos estudantes acesso a todo conteúdo disponível online. O objetivo é que em breve, instituições em todo país, possam usufruir dos serviços de comunicação do ANGOSAT-2, tanto na vertente comercial, como na social.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui