Internet foi desligada no Sudão durante os protestos

776

Actualmente está a tornar-se “moda” os países Africanos desligarem a Internet durante os protestos, e agora o Sudão teve o mesmo problema, isso resultado da manifestação de cidadãos que querem um Estado democrático, em oposição ao exército que domina o país.

De acordo com relatos da capital do Sudão, as últimas conexões restantes da Internet estão a ser desligadas. Esta tentativa de encerramento total da Internet é relatada como tendo começado na segunda-feira, 10 de Junho de 2019.

Isso aconteceu em um momento em que civis que protestavam pró-democracia foram assassinados e estuprados pelas tropas do Sudão durante um protesto.

A paralisação da Internet no Sudão está a caminhar rapidamente em direcção a uma paralisação completa e total, já que na quarta-feira mais empresas de telecomunicações foram forçadas a cortar o acesso à Internet. Os militares do país confirmaram no início da semana que eram responsáveis ​​pela paralisação da Internet no Sudão.

Como tal, as pessoas no Sudão estão a lutar para manter-se informadas sobre as emergências e onde podem obter assistência, bem como não conseguirem manter contacto com seus amigos e familiares durante um período muito difícil no Sudão.