Pode o iPhone 7 salvar a Apple do declínio de vendas?

0
3716

iPhone 7

A Apple voltou a ter um declínio de vendas do iPhone, depois a divulgação dos dados financeiros do terceiro trimestre.

Acredito que a pergunta que segue será que também em Angola?

Infelizmente não temos nenhum mecanismo que meça as vendas dos produtos da Apple no território nacional.

Mas podemos falar sem propriedade que sim, mas por outros motivos tais como:

  1. Depreciação da moeda nacional.
  2. Diminuição na importação

Acredito que esses dois motivos somente tenham impactado as vendas dos produtos da Apple em Angola.

Neste trimestre foram vendidos 4.4 milhões de iPhones. Comparado com 47.5 milhões do ano  passado é um declínio de 15 por cento.

Além do iPhone as vendas dos Mac também caíram, veja os dados abaixo:

  • iPhone: 40,4 milhões de unidades (-15%), US$24 bilhões em receita (-23%)
  • iPad: 10 milhões de unidades (-9%), US$4,9 bilhões em receita (+7%)
  • Mac: 4,3 milhões de unidades (-11%), US$5,2 bilhões em receita (-13%)
  • Serviços: US$6 bilhões em receita (+19%)
  • Outros: US$2,2 bilhões em receita (-16%)
Imagem ilustrativa do declínio de vendas dos iPhones
Imagem ilustrativa do declínio de vendas dos iPhones

As vendas do adorado telemóvel da Apple não têm caído somente trimestralmente mas também anualmente.

Em relação ao ano de 2015,  as vendas de 2016 são relativamente menores.

Será que o iPhone 7 vai salvar a Apple do declínio de vendas

O iPhone 7 vai ser uma actualização significativa dos modelos correntes. Diz-se que a Apple vai actualizar a câmera (talvez mais megapixels), vai eliminar a entrada dos phones (headphones só funcionaram via bluetooth) para além do processador.

Muitos rumores. Mas será que isto é suficiente a convencer as pessoas a comprar mais iPhones?

[yop_poll id=”13″]

Como o diz o velho ditado “Agora é só aguardar para ver”.

A Apple é uma empresa que habituada a surpreender os seus fãs, não é impossível que as vendas do iPhone voltem a subir.

 

Leia aqui o press release oficial sobre os resultados financeiros fiscal do terceiro trimestre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here