iPhone é o smartphone que sofre menos ataques de vírus

1977

Em tempos surgiu um vírus que especialmente atacava dispositivos da Apple, o software afectava tanto os dispositivos que tenham sido ilegalmente alterados como os que mantêm o software original.

Não é novidade que o sistema Android é o alvo preferido para os criadores de vírus em todo o mundo, e agora a Nokia veio atona declarar o óbvio e fornecer alguns números para apoiar suas pesquisas, dando assim privilégios aos usuários do iPhone.

O último relatório da Nokia garante que, Android é de longe a plataforma móvel mais atacada, com pelo menos 68,50% do malware direccionado especificamente ao sistema operativo do Google. O Windows é o segundo com 27,96%, enquanto os 3.54% restantes são para a categoria “outros” que também inclui o iPhone.

Estas estatísticas de certeza que, é uma mais valia para Apple e os seus usuários, isso porque está incluída na categoria Outros, o que significa que a participação poderia ser muito inferior a 3,5%.

Qual é o motivo do Android conter maior percentagem?

O principal motivo pelo qual a plataforma Android é segmentada é o facto de que, os aplicativos Android podem ser baixados de qualquer lugar. Apesar dos esforços muito bem sucedidos do Google para garantir que a Play Store seja livre de malware, os usuários do Android podem continuar a instalar aplicativos clicando em links em mensagens de texto e e-mail.

Recentemente a empresa de segurança ESET alertou no início, que pelo menos oito aplicativos diferentes infectados com malware de vários estágios foram publicados na Google Play Store, registando pelo menos várias centenas de downloads antes de serem removidos pelo Google.