Já foram assinados alguns contratos de reservas do Angosat1

1040

Os serviços do AngoSat 1 começaram a ser oficialmente comercializados desde ontem dia 10 de Julho de 2017, acto marca o arranque das vendas dos serviços no mercado nacional e internacional, tendo em conta que a capacidade de cobertura vai da África do Sul à Itália.

Segundo Diogo de Carvalho (Director Geral da Infrasat), este processo enquadra-se nas exigências internacionais que recomendam que se façam reservas até um ano antes do lançamento do satélite para que se tenha a garantia da rentabilização dos serviços. As empresas nacionais vão fazer o seu pagamento em kwanzas e os operadores de telecomunicações podem a partir de agora contactar o Infrasat para fazer as suas reservas de banda.

“Tendo em conta que o preço de megahertz em África ainda é alto, em relação a outras regiões, vai se estudar formas de se praticar um preço razoável”

Actualmente, já existem duas empresas que já reservaram as suas capacidades, dentre elas uma nacional e outra internacional. Neste contexto, a TPA assinou contrato de 32 megahertz e a Renatelsat da RDC com 36 megahertz, podendo durante a utilização requerer mais.

Durante a cerimónia, o ministro das Telecomunicações e das Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha, apelou às operadoras de serviços de telecomunicações a reservarem os serviços do Angosat1, com vista a melhoria da qualidade dos serviços no país.

Confiante no funcionamento do Angosat1?