Joe Biden terá equipe de segurança cibernética de “classe mundial”

0
1432

No ano passado as agências de inteligência americanas sofreram um ataque informático, deixando assim o mundo com uma percepção de que, os americanos não estão assim tão seguros no que concerne a segurança cibernética, ainda mais quando as principais agências de inteligência passam por situações do género.

É bem verdade que os Estados Unidos da America conta a poucas semanas com um novo Presidente, e algumas mudanças naquele pais já começa a acontecer, e a segurança do ciber-espaço Americano consta entre as prioridades.

Segundo a nossa fonte, Joe Biden já nomeou (e em breve nomeará) uma série de funcionários bem versados ​​em matérias ligadas segurança cibernética. Para começar, a nova Casa Branca escolheu Anne Neuberger da NSA para uma função recém-criada de Conselheira Adjunta de Segurança Nacional no Conselho de Segurança Nacional. Ela é mais conhecida por liderar a divisão de defesa cibernética da NSA e alertar as empresas sobre as técnicas de hackers estrangeiros.

Outras adições feitas ao Conselho são os gurus da segurança cibernética, incluindo Michael Sulmeyer como diretor sênior para cibernética, Elizabeth Sherwood-Randall como conselheira de Segurança Interna, Russ Travers como conselheiro adjunto de Segurança Interna e Caitlin Durkovich como diretora sênior de resiliência e resposta, e não termina por ai..

A equipa que será nomeada em breve

Algumas funções a serem ocupadas em breve refletem um foco semelhante. A candidata principal para uma função recentemente estabelecida de Direção Nacional de cibersegurança é Jen Easterly, a atual chefe de resiliência do Morgan Stanley, uma veterana do governo Obama e co-criadora do Cyber ​​Command. O novo Presidente está prestes a nomear outro membro da Casa Branca de Obama, Rob Silvers, para dirigir a Agência de Segurança de Infraestrutura de Segurança Cibernética (CISA). O ex-presidente Trump demitiu o chefe anterior da CISA , Chris Krebs, depois do mesmo ter garantido que não havia evidência de adulteração digital na eleição presidencial de 2020.

Segundo Tom Burt que é atualmente o vice-presidente da gigante Microsoft esta é uma equipe de “classe mundial” de especialistas em segurança cibernética dos EUA. Essas nomeações demonstra claramente que o novo Presidente americano está preocupado com o ciber-espaço do seu pais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here