Lançado concurso para venda de 51% da Net One

1
947

No quarto trimestre do ano passado, o Estado angolano informou que estava a processo de preparação da privatização da sua participação na TV Cabo Angola e Multitel, tendo até ao momento nada avançado publicamente em relação a estas duas empresas. Mas pelos vistos a sua participação de 51% na Net One já foi para concurso público.

O Instituto de Gestão de Ativos e Participações do Estado (IGAPE) de Angola abriu na sexta-feira (31 de Maio de 2021) um concurso limitado por prévia qualificação para alienar os 51% que detém na Net One – Telecomunicações. “Trata-se de um concurso limitado por prévia qualificação com vista à privatização de uma participação correspondente a 51% do capital social da Net One, detida pela da MS Telcom S.A, nos termos da Lei nº 10/19 de 14 de Maio – Lei de Bases das Privatizações“, refere o comunicado do IGAPE.

O concurso está aberto a investidores nacionais e internacionais, devendo os interessados remeter as suas candidaturas, até as 15:00 do dia 25 de junho de 2021. O Estado angolano detém indiretamente 51% do capital social da Net One através da MS Telcom, sendo a restante participação detida pelo grupo israelita Mitrelli.

Quais são as outras empresas de telecomunicações que o Estado vai privatizar?

O IGAPE tem prevista a privatização e/ou alienação de participações em várias empresas da área das comunicações, entre as quais Unitel, MS Telcom, ACS- Angola  Comunicações e Sistemas, Angola Cables, no âmbito do Programa de Privatizações (ProPriv) 2019-2022. De lembrar que anteriormente a Angola Telecom estava na lista das empresas a serem privatizadas, mas em 2021 o titular do sector Manuel Homem, garantiu na entrevista publicada na edição impressa do Jornal de Angola de 17 de Maio de 2021, que Angola Telecom não será privatizada conforme estava previsto

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here