Privatização de 45% da Angola Telecom vale 500 milhões USD

1201

Já está praticamente confirmado que a privatização da Angola Telecom está prevista para este ano, estando actualmente a está  actualmente a decorrer o processo de avaliação do património e activos da operadora.

Relativamente a 45% das acções que serão privatizadas, foi agora garantido que do capital da Angola Telecom que o Executivo quer alienar estão avaliados em cerca de 500 milhões USD, revelou o ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação.

Segundo José Carvalho da Rocha (Ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação), que falava, na semana passada, aos jornalistas, à margem da inauguração do novo data center da Angola Cables em Fortaleza, Brasil, o valor resulta de uma avaliação aos activos da empresa concluída recentemente. O montante que na prática avalia a empresa pública num total cerca de 1,1 mil milhões USD, tem em conta o património imobiliário da companhia, assim como os seus activos, incluindo infraestruturas de telecomunicações e participações em empresas, incluindo a banca.

De acordo com o titular da pasta, que reiterou que o processo de privatização da Angola Telecom deverá ser lançado ainda no decurso deste ano por concurso público internacional, o valor final deverá ser, contudo, alvo de negociação com o comprador, tendo em conta não apenas a situação da empresa, que é deficitária, mas sobretudo os encargos que terão que ser suportados com vista à sua modernização. Também o custo do lançamento da operação móvel  que deverá rondar 120 milhões USD deverá ser tido em conta.