Manuel Homem: Projectos Angosat e Observação da Terra posicionam Angola em África

1094

Projectos como da rede de comunicação via satélite ANGOSAT e o Programa de Observação da Terra como estruturantes estão a promover as diferentes agendas, temáticas da transformação digital, posicionando Angola como força motriz para acelerar o mercado único digital de África e melhorar o ambiente de negócios e a modernização tecnológica dos serviços públicos, de acordo com as palavras do Ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social(MINTTICS), Engº Manuel Homem.

Segundo o governante, que fazia o discurso de abertura do “Angola Tech Hub Forum 2022”, sob o lema “A liderança de Angola para a transformação digital em África”, disse ainda que esses projectos nacionais estão a “massificar a inclusão digital como ferramentas indispensáveis para os propósitos da co-observação e participação dos cidadãos no processo de decisão, bem como o bem estar económico e social”.

MAIS: Sanções a Rússia poderão ter um impacto na construção e entrega do Angosat-2

Tendo como base esses todos incentivos, frisou Manuel Homem, o Governo Angolano o vai continuar a investir em projectos estruturantes e indutores como a criação da indústria e mercado da teledifusão no quadro da estratégia de comunicação digital, a infra-estrutura nacional de banda larga aceite em fibra óptica submarina e terrestre, a infra-estrutura nacional de transmissão do satélite do projecto da rede de comunicação via satélite ANGOSAT e do Programa de Observação da Terra, no quadro da estratégia do Gabinete de Gestão do Programa Espacial Nacional (GGPEN).

Vamos continuar a promover o desenvolvimento sustentável dos serviços de telecomunicações de uso público e a formular as linhas orientadoras que permitam a médio e longo prazo dar satisfação às necessidades básicas das populações, das empresas e de todos os outros utilizadores em todo o território nacional”, finalizou Manuel Homem.

De informar que o “Angola Tech Hub Forum 2022” foi um evento organizado pelo MINTTICS, em parceria com a Internet Technology Angola (ITA), e em conformidade com o tema proposto para este ano pela União Internacional das Telecomunicações (UIT), onde o objectivo do evento foi reflectir em torno do potencial e desenvolvimento das TIC em Angola, buscando por novas soluções de negócios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui