Maputo conta com plataforma de fiscalização para recolha de lixo

4
3189

Não é novidade para muitos, que os países do continente africano sofrem com o problema da recolha do lixo. Os habitantes da cidade de Maputo agora contam com uma plataforma que poderá ajudar na recolha de lixo.

Doravante, os residentes da cidade de Maputo poderão fiscalizar a recolha de lixo nos seus bairros graças à implementação da plataforma de Monitoria Participativa MOPA-Fiscal. O aplicativo que foi entregue ontem na capital do Pais, servirá de auxilio para as operações do MOPA, iniciativa financiada pelo Banco Mundial, que foi lançada oficialmente no ano passado e está a ser implementada nos bairros,

Segundo António Morais (Gestor do projecto), a ferramenta que pode ser acedida mesmo sem Internet, veio para melhorar a gestão de resíduos sólidos por parte dos fiscais da Direcção de Salubridade e Resíduos Sólidos da cidade de Maputo.

Já Osvaldo Maria (Em representação do Banco Mundial), garantiu que, o MOPA está a revolucionar a recolha de lixo nalguns bairros periféricos da cidade de Maputo, sendo necessária uma maior divulgação da ferramenta, para que mais pessoas tenham acesso.

Portanto, caso queira fazer o download do aplicativo para Android clique aqui, caso queira reportar o problema atraves do seu computador clique aqui, se não tem acesso à Internet, faça pelo código *311#.

Será que uma iniciativa destas pode ser implementada em Angola?

4 COMENTÁRIOS

  1. É uma necessidade premente que Angola tenha aplicativos desta natureza. Os desenvolvedores precisam de apostar neste tipo de projecto. Afinal, eles têm como pano de fundo o aumento da qualidade de vida das populações.

  2. É uma necessidade premente que Angola tenha aplicativos desta natureza. Os desenvolvedores precisam de apostar neste tipo de projecto. Afinal, este tipo de iniciativa tecnológica tem como pano de fundo o aumento da qualidade de vida das populações.

  3. É uma necessidade premente que Angola tenha aplicativos desta natureza….as nossas cidades são na sua maioria muito sujas Daí que, os desenvolvedores precisem de apostar neste tipo de projecto. Afinal, este tipo de iniciativa tecnológica tem como pano de fundo o aumento da qualidade de vida das populações.

  4. A resposta é não.
    Ainda não.
    Quais são os nºs de emergência em Angola? Funcionam? A Polícia responde? Os bombeiros respondem?
    Qual é o nº dos nossos “serviços comunitários”? Vão responder?
    Esse país precisa de tirar a bunda do sofá primeiro e exercitar cidadania, que faz bem à saúde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui