Mark Zuckerberg espera que o metaverso renda milhares de milhões de dólares até 2030

0
472

Meta está a apostar “em força” no metaverso e, desde que anunciou o seu rebranding, em outubro de 2021, tem vindo a apresentar os seus planos para tornar este mundo virtual no ponto central do seu negócio. Recentemente, Mark Zuckerberg deu a conhecer novas previsões em relação ao projeto da sua empresa.

Numa entrevista à CNBC, o CEO da Meta revelou que espera ter milhares de milhões de utilizadores no metaverso, com cada um a gastar centenas de dólares todos os anos em variados produtos virtuais da empresa.

De acordo com o responsável, a estratégia da Meta vai passar por desenvolver os seus serviços ao longo do tempo, oferecendo-os ao maior número de pessoas possível, apontando para um ou dois milhares de milhões de utilizadores.

O METAVERSO SERÁ UMA PARTE SIGNIFICANTE DO NOSSO NEGÓCIO AO LONGO DOS PRÓXIMOS ANOS E TAMBÉM DA SEGUNDA METADE DESTA DÉCADA”, REALÇOU MARK ZUCKERBERG.

MAIS: Gigantes tecnológicas formam aliança para impulsionar o metaverso

O responsável deu também a entender que a Meta poderá desenvolver um sistema operativo próprio, concebido para unir todas as plataformas e equipamentos utilizados para aceder ao seu metaverso.

Creio que, a longo prazo, vamos precisar deste nível de integração entre hardware, software e um sistema operativo para cumprir o que pretendemos construir”, detalhou o CEO da Meta.

Apesar das expetativas de Mark Zuckerberg, recorde-se, de acordo com os últimos resultados financeiros da Meta, o Reality Labs, o departamento especializado em realidade aumentada e virtual e considerado como uma das áreas mais importantes para o desenvolvimento do seu metaverso, trouxe apenas 2,3 mil milhões de dólares em receitas no último trimestre de 2021

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui