Moçambique. Alfândegas apreendem mais de 30 mil telemóveis em Maputo

787

As autoridades alfandegárias de Moçambique apreenderam no último mês de Junho mais de 30 mil telemóveis não declarados ao fisco, com destino ao mercado nacional daquele país.

Os referidos equipamentos foram apreendidos no Porto de Maputo.

No âmbito da verificação, constatou-se que havia produtos não declarados. Isto é, em vez de declarar a quantidade real, o dono do material disse que havia apenas seis mil telemóveis. Os nossos colegas não se deram por satisfeitos e detectaram que estavam no lote mais de 30 mil telemóveis“, disse Limo Jone, Director da Área Operativa das Alfândegas.

MAIS: Moçambique. Investigação Criminal chamada a combater crimes cibernéticos

Segundo a fonte, a entrada destes aparelhos não declarados no território nacional lesariam o Estado em mais de cinco milhões de meticais.

Estas atitudes estão a prejudicar o Estado, porque, assim, não iríamos arrecadar o valor correspondente à quantidade de material importado. E isso tem impactos nas metas de arrecadção e na robustez financeira do nosso Estado. Nós iremos continuar implacáveis para desencorajar essas situações. A nossa equipa de inteligência está a trabalhar para que possamos apreender tudo o que entra no nosso país e não é declarado“, garantiu.

De informar que ainda neste ano, em Manica, as Alfândegas confiscaram mais de dois mil celulares, com destino ao Zimbabwe, fazendo desta a terceira apreensão de telemóveis significativa no país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui