[NewSpace Africa 2024] MESCTI destaca valências do evento

914

A Conferência Newspace Africa deve avaliar as capacidades internas dos estudantes no sentido de se obter as ferramentas de base para se evoluir a patamares mais elevados do domínio da ciência espacial.

Essa ideia foi defendida pela ministra do Ensino Superior, Maria Bragança, destacando que “é importante que os países façam com que o espaço seja utilizado em primeiro lugar para a melhoria da qualidade de vida das pessoas”.

De informar que a capital angolana, Luanda, foi o local para albergar a 3.ª edição da conferência “New Space in Africa”, sendo a primeira cidade da região da África Austral que recebeu o maior evento africano do sector espacial que reuniu decisores de vários países, agências, líderes e empresários de alto nível de todos os segmentos da indústria espacial internacional.

Sob o lema “O Papel do Espaço na Redução do Fosso da Pobreza em África”, a 3ª edição do “NewSpace Africa”, realizado de 2 a 5 de abril, no Centro de Convenções de Talatona, o evento reuniu além de outros, preletores e speakers internacionais renomados, especialistas, instituições dos mais variados sectores de atividade.

MAIS: [NewSpace Africa 2024] Aplicações espaciais e comunicações entre os destaques

O evento contou também com stands de exposição das maiores agências espaciais do mundo, como a NASA, Agência Espacial Europeia, SANSA, da África do Sul, e KSA, do Quénia.

Para a edição de 2024, o evento contou ainda com várias áreas de discussão e tópicos abrangentes do sector, como Lançamentos e Satélites, Aplicações Espaciais, Inovação e Empreendedorismo Espacial, Educação e Capacitação, Política e Regulamentação Espacial e Acesso ao Espaço.

O “New Space in Africa” veio para proporcionar uma plataforma valiosa para networking, partilha de conhecimento e colaboração entre os diversos stakeholders interessados no desenvolvimento do sector espacial no continente africano. Este evento destaca o potencial transformador da tecnologia espacial para impulsionar o desenvolvimento socioeconómico e promover a inovação em toda a África.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui