Numero de utilizadores ativos de telemóveis em Angola cresce 26%

1582

Anteriormente o paradigma do sector de telefonia móvel era apenas controlado por dois players, estamos a falar da Unitel que até então tinha praticamente todo o bolo da quota do mercado e a Movicel que era a única concorrente. No I semestre de 2022 o número de utilizadores de telemóveis em Angola cresceu 26% para 19,4 milhões, o equivalente a mais 4 milhões do que dezembro de 2021. Um número que disparou com a entrada em cena da Africell, mas também com o acréscimo dos clientes da Unitel.

De acordo com cálculos do Expansão, com base nos dados do INACOM do II trimestre de 2022, dos 19,4 milhões de utilizadores de telemóvel 78% pertencem à Unitel, equivalentes a 15,1 milhões de utilizadores. Já a Movicel com 7%, mantém-se próximo dos 1,4 milhões de clientes, após ter perdido 1,3 milhões de clientes desde o início da pandemia. Quanto à Africell, que teve uma entrada de “leão” no mercado angolano, o regulador refere que a operadora tem 15% dos utilizadores de telemóveis do mercado angolano, o que é equivalente a 2,9 milhões de clientes.

Dos dados avançados pelo INACOM, é possível ainda constatar que existem no país 187.982 utilizadores que utilizam o serviço móvel pós-pago, e 19.196.714 utilizadores que utilizam o serviço móvel pré -pago. Entretanto, desde que a Africell entrou em “cena” que as operadoras baixam os preços dos seus serviços através de campanhas, algumas delas agressivas. A Unitel lançou o “Bazza” que, numa tradução livre, significa “vamos”. Já Movicel trouxe recentemente a campanha “Fezada” que se traduz, entre outras coisas por “sorte por conseguir algo”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui