O futuro da telefonia móvel em Angola

1
3510

Angola conta actualmente com duas operadoras de telefonia móvel em funcionamento- Unitel e Mocivel, aguarda-se pela a entrada em funcionamento da Angorascom, empresa que ficou com licença da operadora pública AngolaTelecom e pelo resultado do concurso da quarta operadora.

Ultimamente as operadoras em funcionamento têm registado algumas mudanças no que diz respeito aos acionistas que asseguram as duas empresas. A Movicel conta agora com um novo rosto dentro da sua estrutura do capital social, o Instituto Nacional de Segurança Social agora é o segundo maior acionista com 25% e entra com um investimento de 100 milhões de kwanzas.

Na operadora Unitel também houve mudanças no grupo dos acionistas, agora a Sonangol passa ser a empresa com mais ações dentro da telefonia depois de adquirir os 25% da brasileira Oi, um negócio que começou no ano 2019 e que agora teve o seu término.

Com as recentes alterações no grupo dos acionistas nas duas operadoras, espera-se que num futuro breve surjam também algumas alterações em diversos sectores. Actualmente a Unitel leva vantagem com uma quota de mercado 80%, a Unitel possui também a maior rede de infra-estruturas.

Já a Movicel conta com uma parceria da Vodafone que tem estado a inovar e melhorar cada vez mais os seus serviços, a qualidade da sua rede, bem como a infra-estrutura central da operadora. Espera-se uma disputa interessante nos próximos anos no mercado de telefonia móvel que tem crescido cada vez mais.

Apesar da Unitel estar mais a frente em comparação com a Movicel, é possível que essa vantagem seja reduzida com a entrada em funcionamento da terceira operadora que tem como o ano de 2021 para o seu arranque. O mercado de telefonia móvel em Angola ficará ainda mais disputado assim que for anunciado o vencedor da quarta licença num concurso que segue os seus trâmites e de acordo com últimas informações que o Menos Fios apurou é que o vencedor seja anunciado no primeiro trimestre do ano em curso.

Tudo isso será cada vez mais vantajoso para nós os utentes da rede móvel do país, mais opções teremos e optaremos em utilizar a operadora que oferecer melhor qualidade com tarifários acessíveis. Portanto, resta-nos esperar que o futuro da telefonia móvel em Angola seja vantajoso e positivo para o país.

1 COMENTÁRIO

  1. E o embargo das contas da Isabel dos Santos? Qual seria o peso que isso tera na Unitel ? A unitel sempre foi o peixe grandfe no aquario pequeno. Agora planos de expnsao nao terao grande aporte de capital como no passado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui