Pagamento eletrónico chega as linhas férreas de Angola

1
1879

Já a algum tempo que nota-se que, existe um grande esforço na expansão dos serviços de pagamento eletrónico no país e esse esforço só faz algum sentido quando o utilizador final tem acesso ao mesmo sem burocracias. Acredito eu que esse serviço já devia estar disponível a mais tempo, mas vamos usar o adágio “Mais vale tarde, do que nunca”.

O Caminho de Ferro de Benguela (CFB) implementou com sucesso os serviços de cartões eletrónicos, com vista a facilitar o processo de pagamento aos passageiros que viajam a bordo do comboio expresso especial entre Lobito (Benguela) – Luena (Moxico) e vice-versa. Aquando da chegada do comboio expresso especial, vindo do Lobito, o porta-voz do CFB, António Ungulo, sublinhou que este serviço vem facilitar os passageiros a efetuar o carregamento dos cartões com valores monetários e utiliza-los sempre que desejarem.

Como irá funcionar?

Após a obtenção do cartão, o passageiro realiza o número de viagens de acordo com o carregamento que efetuar, sem preocupar-se em fazer pagamentos do bilhete durante um determinado período.

Este é um serviço que está a ser ensaiado com perspetiva de se implementar nos outros comboios. Em relação aos preços dos bilhetes, disse que a empresa não prevê fazer qualquer aumento, continuando a cobrar 6 500 Kz para o troço Lobito/Huambo, oito mil kz do Lobito ao Kuito (Bié) e 15 350 kz do Lobito ao Luena (Moxico). Partindo da estação do Huambo até ao Cuito, o CFB vai cobrar cinco mil kz, do Huambo para o Luena 12 350 kz, enquanto, do Cuito para o Luena, o bilhete vai custar 10 850 kz.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here