Participação da Sonangol na Unitel pode ser comprada por outros accionistas da empresa

3067

Recentemente foi avançado que 10 empresas do sector das telecomunicações serão privatizados até 2022, dentre elas a Unitel, MS Telecom, Net One, Multitel, Angola Telecom, TV Cabo Angola, Angola Cables, ENCTA – Empresa Nacional de Correios e Telégrafos de Angola, ACS – Angola Comunicações e Sistemas e ELTA – Empresa de Listas Telefónicas de Angola.

Para o caso da Unitel, os accionistas (Oi – PT Ventures, Vidatel e Geni) poderão exercer o seu direito direito de preferência na compra da participação de 25% que a Sonangol detém na operadora e que irá alienar por concurso público, revelou ontem o PCA da petrolífera.

Segundo Sebastião Gaspar Martins (PCA da Sonangol), que falava na sessão de apresentação pública do programa de privatizações para o período 2019-2022 (PROPRIV), explicou que a opção pela modalidade de concurso público, que deverá ser lançado em 2020 se deve ao facto de “não termos ainda uma noção do valor” da companhia, e de ser necessário “ter em conta os interesses do Estado e dos outros parceiros”.

Também Patrício Vilar (Presidente da Bodiva, adiantou que, tendo o Estado uma participação de apenas 25%, na operadora móvel, por via da Sonangol, não poderia decidir sozinho uma privatização via bolsa, por isso se optou por concurso público”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui