Polícia Nacional vai implementar tecnologia para prevenção de crimes nos táxis

0
4903

A Polícia Nacional vai implementar tecnologias de monitoramento e alarme nas viaturas de serviços de táxis da cidade capital, com vista a reduzir e prevenir os crimes que se tem registrado.

Um Centro Integrado de Segurança Pública (CISP), que trará soluções para a prevenção e onde serão instalados as novas tecnologias, encontra-se em construção desde 2017. O mesmo prevê a disponibilidade de um serviço de alarme e de circuito fechado de vídeo vigilância, que serão apresentados aos operadores de serviços públicos e associações dos taxistas para maior segurança das suas viaturas.

Para lidar com essa nova realidade criminosa que dificulta bastante rastrear seus movimentos, identificar seus integrantes e obter provas, a tecnologia se apresenta como um dos instrumentos necessários e facilitadores à actuação investigativa da polícia.

O inspector-chefe Lázaro da Conceição, que falava à imprensa, no encontro com responsáveis de empresas de transportes público e privados, de associações de taxistas e de moto-táxi, referiu que soluções tecnológicas serão aplicadas para de alguma forma garantir protecção das viaturas de táxis.

Lázaro da Conceição disse que, será dada a possibilidade para todos os taxistas, de forma voluntária, aderirem aos serviços de vídeo vigilância, mas para quem não optar serão aplicadas outras medidas.

O CISP está a ser erguido numa área de cerca de oito mil metros quadrados e trata-se de um sistema integrado de gestão das operações e de respostas a incidentes, que reunirá dados dos diferentes órgãos do Ministério do Interior.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui