Presidente da República e empresas espaciais analisam desenvolvimento do sector

822

Várias empresas espaciais francesas analisaram com o Presidente da República, João Lourenço, questões ligadas ao desenvolvimento espacial de Angola e a disponibilidade das mesmas em cooperar para a concretização do “grande interesse do país no desenvolvimento geo-espacial”.

O encontro surgiu no âmbito da terceira edição da NewSpace Africa 2024, que aborda entre outros aspetos, o papel da tecnologia do espaço no combate à pobreza, no continente africano.

Segundo o ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Mário Oliveira, o país lidera o Comité de Direção, no âmbito do programa de partilha de satélite da SADC, por ter o escritório regional instalado e a funcionar em Luanda.

MAIS: [NewSpace Africa 2024] Aplicações espaciais e comunicações entre os destaques

O governante frisou que Angola tem uma presença relevante no Comité Consultivo da Organização Internacional de Satélite e, deste modo, “podemos dar o nosso contributo para o fortalecimento e engrandecimento da indústria espacial angolana, tornando-a ao serviço dos africanos”.

Apontou que a utilização e gestão coordenada do espaço rádio frequência e das órbitas dos satélites geoestacionários e não geoestacionários, sendo recursos escassos ilimitados, têm sido defendidos amplamente por Angola, em fóruns internacionais como a Conferência Mundial de Rádiocomunicações (WRC-23) da UIT, do qual o país tem um papel ativo nessas matérias.

Mário Oliveira disse que o Executivo tem implementado diversas ações para garantir que o país assuma um papel de coliderança na região e participe de modo relevante no contexto internacional em matéria espacial.

1 COMENTÁRIO

  1. **O governante frisou que Angola tem uma presença relevante no Comité Consultivo da Organização Internacional de Satélite **

    Gostam muito de se enquadrar em grandes posições , mas apresentar alterações e melhorias do que dizem estar a fazer nada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui