Shell e Seedstars procuram startups africanas com pojectos virados para Energia, Agricultura e Mobilidade

2
2161


Está em curso a procura de Startups da África Subsaariana com soluções tecnológicas destinadas a ter um impacto positivo nas comunidades com menores rendimentos.

A Seedstars e a Fundação Shell uniram forças para procurar startups sustentáveis, escaláveis e inovadoras que abordem o acesso universal aos desafios relacionados com a energia, agricultura sustentável, mobilidade e o transporte. Com o apoio do Foreign, Commonwealth & Development Office (FCDO) do Reino Unido, estão a lançar o Programa de Inovação em Energia, Mobilidade e Agricultura para encontrar empreendedores tecnológicos africanos nos segmentos da mobilidade, transporte, energia e agricultura, a fim de lhes proporcionar os recursos, formação, e potencial financiamento para escalar as suas startups e impacto. Os candidatos interessados podem inscrever-se aqui antes de 20 de Dezembro

O objectivo deste programa é apoiar, catalisar e treinar startups africanas com alto potencial tecnológico para promover o seguinte:

  • acesso universal à energia (energia doméstica para aquecimento e iluminação; energia para empresas e grandes comunidades);
  • mobilidade e transporte sustentáveis (transporte limpo e seguro em áreas rurais);
  • cadeias de valor da agricultura sustentável (inovações que melhoram o acesso ao conhecimento para pequenos agricultores).

As startups seleccionadas poderão participar no Programa de Preparação de Investimento de três meses, promovido pela Seedstars, que proporcionará aos vencedores sessões de mentoria, oportunidades potenciais de financiamento, e terão o acompanhamento da Fundação Shell.

As start-ups têm um imenso potencial para resolver os maiores desafios de desenvolvimento de África e os empresários locais africanos estão numa posição única para desenvolver estas soluções. Estamos entusiasmados por colaborar com Seedstars para identificar e apoiar algumas das mais promissoras start-ups africanas que irão escalar estas soluções e melhorar milhões de vidas em todo o continente ao longo do tempoTara Collier, Gestora de Desenvolvimento de Mercado, Fundação Shell.

Abaixo os critérios para as startups interessadas em candidatar-se ao programa:

  • A startup deve ser dirigida por africanos e ter sede ou operar em pelo menos um país da África Subsaariana;
  • A solução técnica deve ser centrada na mobilidade, transporte, energia, ou cadeias de valor agrícola;
  • A Startup deve estar na sua fase inicial com um produto mínimo viável (MVP);
  • A Startup tem de ter tracção inicial e já ser capaz de gerar receitas;
  • A Startup não pode ter recebido fundos superiores a 1 milhão de dólares até à data;
  • A Startup deverá ter um impacto positivo significativo nas comunidades de menores rendimentos (de acordo com os objectivos de desenvolvimento sustentável 2, 7 ou 11)

Inscrições

As candidaturas estão abertas até ao dia 20 de Dezembro de 2020 no seguinte link: https://seedsta.rs/3meCEG1 .

A Fundação Shell é uma instituição de caridade registada no Reino Unido, fundada pela Shell em 2000, que cria e dimensiona soluções empresariais para melhorar o acesso à energia e ao transporte a preços acessíveis.

2 COMENTÁRIOS

  1. Entro sempre neste site para ver alguma noticia ligada a realidade angolana no setor tecnologico e infeimente na maior parte das vezes é sempre esse assunto chato e gasto sobre “STARTUP”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here