Somente 1,8% do capital investidos em startups europeias em 2021 foi para “Founders” negros

1229

Apenas 1,8% do capital investidos em startups europeias em 2021 foi para “Founders” negros, revelou o mais recente relatório sobre o Estado da Tecnologia Europeia, em um estudo divulgado pela Atomico(via Bantumen) no final do ano passado.

Apesar de que a Europa se reafirmar mais do que nunca como uma liderança mundial em tecnologia, onde pela primeira vez na história teve números equiparáveis aos Estados Unidos, visto que a indústria tecnológica europeia contou com um valor de 88 mil milhões de euros investidos em startups no último ano, apenas “0,7% do capital total foi angariado por fundadoras mulheres negras e 1,1% por fundadores homens negros”, isto em uma “amostra de 4.684 empresas de tecnologia sediadas na Europa que angariam mais de 1 milhão de euros em financiamento total desde 01 de janeiro de 2020”.

A investigação deixa patente que apesar das evidências de que as equipes mistas e diversificadas apresentam um melhor desempenho, levantar dinheiro ainda é uma tarefa difícil para quem empreende, especialmente para as minorias.

Embora que os líderes de tecnologia da Europa – especialmente os jovens – são positivos sobre perspectivas do continente, ainda existem barreiras que podem impedir fundadores de origens sub-representadas de mergulhar no empreendedorismo, isto é, a discriminação ainda é muito comum no ecossistema tecnológico europeu.

No que diz respeito às lideranças dessas empresas, apenas 8% delas foram fundadas por pessoas não brancas. Dentro dessa minoria étnica, as mulheres negras são as menos presentes nas posições de fundadoras e de lideranças. O estudo também traz a perspectiva de que fundadores negros são frequentemente sobre orientados e subfinanciados, o que os obriga a se autofinanciarem na maioria dos casos. No Reino Unido, por exemplo, 88% dos fundadores negros financiaram pelo menos uma parte do seu capial de risco.

O estudo também analisou uma amostra de empresas e equipas fundadoras que levantaram um total de 139 bilhões de dólares ao longo de sua jornada até hoje, e revelou que a esmagadora maioria desse dinheiro foi para fundadores brancos. Do total de financiamento, 104 bilhões foram captados por equipes fundadoras totalmente brancas, 34 bilhões foram arrecadados por equipes com fundadores de várias etnias, e apenas 1,8 bilhão foi arrecadado por equipes lideradas exclusivamente por minorias étnicas. Um dos possíveis motivos apontado seria a falta de diversidade ao longo dos anos, já que as empresas estabelecidas há mais tempo são mais propensas a ter equipes fundadoras totalmente brancas e capturar uma maior parcela do financiamento total por meio de rodadas maiores. Além disso, revelou que para empresas com maior diversidade em suas lideranças, é mais fácil levantar capital no início da sua jornada do que em outros estágios mais avançados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui