Space X revela como pretende implementar as viagens interplanetárias

1126

Space X

O CEO da Space X, Elon Musk sempre deixou que claro que quer chegar à Marte o quanto antes. Ele é o homem dos “mil” planos, geralmente revela-os de um modo simples. Não podia ser diferente em relação às viagens à Marte.

A colonização de Marte, na visão da SpaceX, além da criação de uma cidade autossustentável no planeta, teria de incluir formas de produção de combustível para alimentar as espaçonaves que viajarão de um planeta a outro.

Durante uma conferência, Elon Musk partilhou ilustrações e detalhes técnicos da nave reutilizável (Sistema de Transporte Interplanetário – ITS).

Qual seria o custo de uma viagem à Marte?

Segundo a empresa, o grande objectivo é chegar é atingir os US$ 200 mil dólares por pessoa. A nave teria lugar para 100 passageiros. As naves viajariam a uma velocidade cruzeiro de 100 mil km/h, fazendo com que a viagem levasse entre  80 a 150 dias, dependendo da posição dos planetas.

O passos a seguir?

Para além das viagens à Marte, o sistema serviria para viagens para outros planetas. Em 2018  a primeira nave não tripulada chegará à Marte. Depois dessa missão, a Space X pretende enviar naves de 26 em 26 meses.

Para que Marte se torne auto-sustentável demorará entre 40 à 100 anos.

Veja como funcionará o sistema: