Startup BayQi com presença na Bolsa de Valores de Angola em breve, garante fundadora

0
537

A startup BayQi, que consiste em uma plataforma web com carteira de negócios bastante diversificada, com mais de 2.500 produtos diversos, poderá estar na Bolsa de Valores de Angola (BODIVA) muito em breve, de modo a conectar a África e o mundo, bem como atingir a marca de um milhão de utilizadores.

Essa garantia veio da “founder” da startup, Fátima Almeida, em uma entrevista para o Jornal de Angola, informando ainda que já está para próximo a entrega da licença vindo do BNA, e que vai autorizar a BayQi a actuar como uma instituição financeira não bancária.

Ainda falando sobre o futuro da startup de vendas on-line, Fátima Almeida diz que actualmente a BayQi está a trabalhar para melhorar a sua logística, desenvolver parcerias com a banca, Epal, Edel e outros fornecedores de produtos e serviços, aumentado assim o seu leque de negócio.

Em entrevista exclusiva aquele diário angolano, Fátima Almeida frisou também que a BayQi já faz entregas nas 18 provincias do país, com maior incidência na capital, Luanda, e que o lançamento da super-hapy pela startup representa mais um passo importante, pois, além de produtos como electrodomésticos, sapatos e outros, a plataforma web de vendas vai comercializar também recargas, serviços de electricidade, transferência de dinheiro, isto é, uma gama de produtos e serviços à disposição do cliente.

Sobre o reconhecimento de ser considerada como “uma das 12 mulheres mais influentes do continente africano”, a “founder” diz que é o “prémio é um reconhecimento muito grande. É a primeira vez que saímos de Angola para fazer uma apresentação e somos reconhecidos, o que representa um voto de confiança das instituições internacionais, que acreditam que esta empresa, a curto ou médio prazo, pode se tornar uma startup unicórnio, isto é, startup que pelos indicadores pode vir a se tornar multimilionária“.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui