BayQi recebe autorização do BNA para operar como instituição financeira não bancária

0
837

A BayQi, plataforma de comércio eletrónico que tem como objectivo de estabelecer a ligação entre o vendedor e comprador por toda Angola, recebeu autorização do Banco Nacional de Angola (BNA), para operar no mercado financeiro angolano como instituição financeira não bancária.

Segundo uma nota oficial, o BNA atribuiu licença à startup angolana recentemente para prestar serviços de pagamentos móveis em todo o território nacional através da sociedade PagaQi – Sociedade Prestadora de Serviços de Pagamentos, onde informa que brevemente será lançado o aplicativo móvel que vai enquadrar duas unidades de negócios; comercio electrónico e serviços de pagamentos.

Com a carteira acentuada, o cliente-BayQi, seja particular ou empresa, vai poder fazer compras on-line com maior segurança, com maior praticidade, custos baixos e terá acesso a outros serviços de pagamentos, como compras, pagamento de serviços e transferências”, pode ler-se no documento oficial.

MAIS: AGT visita a sede da BayQi , para falar sobre e-commerce em Angola

Para Fátima Almeida, CEO e fundadora da BayQi, citado na nota, estas operações vão permitir, também, à classe não bancarizada, ter uma carteira digital e fazer compras seguras na internet.

De informar que a um ano atrás, o BayQi  inaugurou, na sede dos Correios de Angola, no centro da cidade de Luanda, o seu primeiro Balcão de Apoio ao Cliente, com vista a dinamizar e tornar mais fácil a distribuição de mercadorias adquiridas na sua plataforma, e que representou mais um passo significativo no plano de expansão da startup, permitindo assim que muitas empresas, clientes particulares e famílias, sobretudo os que não têm endereço bem definidos, tenha um ponto para receberem mercadores adquiridas através do site ou do aplicativo da empresa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui