Startup Kubinga representa Angola na 2°edição da Feira Comercial Intra-africana

0
943

A startup Kubinga, que consiste num aplicativo móvel que visa suprir as necessidades de transporte decorrentes de um sistema de mobilidade urbana débil, interligando de forma directa passageiros e motoristas, é uma das representantes da comitiva angolana na 2° edição da Feira Intra-Africana de Comércio, uma iniciativa do Banco Africano para Exportações e Importações (Afreximbank), que começou hoje(15) e vai até ao dia 21 de Novembro.

Para este fórum de negócios, que o Afreximbank realiza em colaboração com o Secretariado  da Zona de Comércio Livre Continental Africana – ZCLCA e a União Africana (UA), a Kubinga leva consigo a marca “Made in Angola”, com foco na  busca do  estabelecimento de novas parcerias para o aumento das exportações dos negócios nacionais, além também do aumento da produção. Em suma, esse evento representa uma importante oportunidade de comércio e negócios para a startup vencedora do Seedstars Luanda 2018.

Nesse evento, a Kubinga tem também como objectivo partilhar comércio, investimento e informação de um mercado que é lider em território nacional com vários intervenientes, incluindo investidores, PMEs e o sector informal, além de identificar-se soluções para se enfrentar os desafios que afectam o comércio intra-africano, de acordo com que a redacção do MenosFios apurou.

De informar que a startup Kubinga tem registado uma tendência evolutiva positiva, nos últimos tempos, com um grau de tração elevado, correspondente a um crescimento de mais de 50% ao mês.

Além da Kubinga, o pavilhão de Angola prevê acolher, entre outros stands, o da Sonangol, Opaia, BAI, Catoca e Refriango, ZEE, Gulkis, Steel Door, Food Care, Sino-Ord, JPNM, Alltrans, Federação de Mulher Empreendedora de Angola (Fmea), Comunidade de Empresas Exportadoras e Internacionalizadas de Angola (CEEIA) e o da Agência de Investimento Privado e Promoção das Exportações (AIPEX).

MAIS: Kubinga revela dados da sua facturação após estado de emergência

O evento, que se realizará concretamente na região de KwaZulu-Natal, é uma iniciativa do Banco Africano de Exportação e Importação (Afreximbak), em colaboração com a União Africana e o Secretariado da Zona de Comércio Livre Continental Africana (AfCFTA).

De acordo com o comunicado oficial da IATF 2021, na qual tivemos acesso, as projecções para este evento indicam negócios e investimentos avaliados em  40 mil milhões de dólares, contra os USD 32 mil milhões da primeira edição (2018).

Para este ano, espera-se uma participação de dez mil delegados na conferência, visitantes, comerciantes e jornalistas de 55 países, enquanto em 2018 o número de participantes cifrou-se em 2 500 participantes de 45 países.

Em relação ao numero de expositores, a II edição da Feira Comercial Intra-africana (IATF 2021) prevê acolher 1 100, mais 100  que em 2018.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here