Táxis sem motoristas entrarão em circulação no próximo ano… no Japão

910

robottaxi

Aceitaria andar num carro que não tivesse um motorista?

A Google tem usado esses carros para o serviço de mapeamento das cidades, o Street View. Obviamente essa tecnologia será implementada pelo mundo daqui a muito muito tempo, certo? Para o resto do mundo, sim! Mas o Japão já provou que está num ritmo de crescimento tecnólogico diferente do resto do mundo e aposta nas tecnologias mais recentes.

A empresa Robot Taxi anunciou que vai começar a testar “táxis robóticos”, ou seja, táxis sem condutores humanos, em 2016. A estratégia da empresa passa por oferecer passeios autónomas para 50 pessoas na prefeitura de Kanagawa, nos arredores de Tóquio.Essa fase limitada de testes vai incluir o transporte dos participantes de suas casas para as lojas locais e de volta, o tempo todo com um operador humano ficará sentado no lugar do condutor, para garantir a segurança dos passageiros caso aconteça alguma anomalia.

Se os experimentos forem bem sucedidos, Robot Taxi espera ter um serviço se totalmente comercial e a funcionar até 2020. A ideia, pelo menos inicialmente, será para executar rotas em locais onde não há transporte público.

O Japão tem a maior população do mundo de pessoas mais velhas, com 33 por cento da população a celebrar o seu 60º aniversário. Como consequência, há uma necessidade urgente de cuidar desses cidadãos, o que a estado está a fazer é métodos tecnológicos que facilitem a vida dessa faixa etária. Isso inclui distribuição de tablets que podem ajudar os idosos a organizar os seus horários de medicação, de compras e de exercício. Depois, há um urso robótico que é projetado para ajudar a transportar pessoas com pouca mobilidade de um lugar para outro.