Teve início a primeira turma da Escola Tecnológica 42 Luanda

318

A sensivelmente dois anos, começamos a ouvir a história sobre a Escola Tecnológica 42 Luanda, por intermédio de uma garantia financeira proveniente da Sonangol, nomeadamente entre dois e três milhões de dólares por ano, ao longo de um período de cinco anos. A Escola 42 Luanda é uma plataforma virtual de aprendizagem de Programação e Digitalização.

A primeira turma da escola de tecnologia 42 Luanda arrancou, na segunda-feira (13/05/2024), com 150 alunos, selecionados a partir de milhares de candidatos provenientes de todo o país.

Durante 16 a 18 meses, os alunos vão aprender noções básicas de programação, como as bases fundamentais da programação, com o desenvolvimento dos primeiros projetos e terão a oportunidade de desenvolver técnicas essenciais de resolução de problemas, criatividade, pensamento crítico, perseverança, responsabilidade, comprometimento, comunicação, trabalho em equipa, ética profissional e de liderança, de forma a estarem preparados para enfrentarem os desafios reais do mercado de trabalho.

Durante o processo que culminou com a seleção dos 150 alunos, os candidatos passaram pela “Piscina”, última etapa de seleção , que consiste num período intensivo de quatro semanas onde se dedicaram pelo menos cerca de 10 horas por dia. Neste período intensivo de introdução à programação tiveram de mostrar a coragem, resiliência, forma como comunicam, capacidade de trabalhar em grupo, de aprenderem e de colaborarem.

Destinada à formação de profissionais de tecnologia em Angola, a Escola 42 Luanda foi inaugurada a 12 de julho de 2023 está alojada no Instituto Superior Politécnico de Tecnologias e Comunicação (ISPTEC), e onde foi revelado que quem quiser entrar nela é obrigatório o conhecimento de línguas internacionais como inglês e francês, e onde o sistema angolano vai estar alinhado às plataformas de Portugal e o Brasil, em língua portuguesa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui